A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

05/10/2010 18:01

Exposição revela em painéis cores de um mundo melhor

Redação

Apresentando uma nova visão de sustentabilidade e exemplos de transformação social e ambiental em todo o mundo, será aberta amanhã (6) a mostra gratuita "Sementes da Mudança: A Carta da Terra e o Potencial Humano", que permanece no Memorial da Cultura Apolônio de Carvalho até o dia 29 de outubro.

A exposição conta com apoio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul e foi criada pela organização não governamental Soka Gakkai, ligada às Nações Unidas e que trabalha pelo estabelecimento da paz, da cultura e da educação. Já percorreu quatro continentes e fez sua estreia no Brasil em São Paulo.

Sementes da Mudança alerta e conscientiza sobre o poder e a responsabilidade que cada um possui para empreender e fazer parte de uma mudança positiva. Através de 30 painéis é apresentada a situação mundial do meio ambiente, conceitos de sustentabilidade, os princípios da Carta da Terra e da educação ambiental transformadora.

A exposição é organizada em torno dos 4 princípios gerais defendidos na Carta da Terra, elaborada pela Comissão Mundial da ONU para o Meio Ambiente e Desenvolvimento, em 1987: Respeito e cuidado com a comunidade da vida; Integridade ecológica; Justiça social e econômica e Democracia, não-violência e paz.

Na mostra também estarão presentes propostas elaboradas pelo dr. Daisaku Ikeda para as questões ambientais, além de iniciativas locais, como as de Wangari Maathai, que visa coibir o desmatamento no Quênia; as de Rajendra Singh, que construiu um Johad (pequeno açude) para armazenar a água da chuva no Rajastão, Índia, assolado pela seca e as de Elizabeth Ramirez, que ajudou a abrir centros educacionais nas comunidades rurais da Costa Rica para a proteção ambiental e promoção do desenvolvimento da mulher.

A exposição conta ainda com uma ala brasileira. A extensão "Ambiências Urbanas: Sujeitos e Ambientes em Constante Transformação" é composta pela apresentação dos temas: Apropriação do território brasileiro; modelo de desenvolvimento; Formação do povo e Relação entre a convivência de todos os seres vivos e equilíbrio promovendo uma "nova revolução" dessa relação.

Documentário - Durante a exposição será exibido o documentário "Uma Revolução silenciosa", projeto realizado em conjunto pela Soka Gakkai Internacional, UNEP (Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente), UNDP (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) e Conselho da Terra.

O documentário e os painéis da exposição foram incorporados no currículo educacional de 80% das escolas do Canadá, dentro do programa "Criando a Paz: Empreendendo Ações".

Oficina

Os limites do “desculpe, seu score está baixo”
Imagine a seguinte situação. Você está navegando em uma grande loja de comércio eletrônico e escolhe um novo celular para compra. Na hora do pagament...
Confaz aprova incentivos fiscais concedidos pelo Governo de MS
O Confaz (Conselho Nacional de Política Fazendária) aprovou a convalidação de todos os incentivos fiscais concedidos pelo Governo do Estado em Mato G...
Consumidor terá 30 dias para contratar serviço de esgoto antes de ser multado
Será apresentado às 9h de segunda-feira (18) um termo de parceria entre o Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor de Mato ...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions