A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

05/01/2012 15:48

Antecessor de Marcos, Veloso reconhece goleiro como ídolo maior do Palmeiras

Fabiano Arruda

Arqueiro, que anunciou aposentadoria nesta semana, surgiu no Verdão como reserva de Veloso

Treinador em Campo Grande, ex-goleiro do Palmeiras viu Marcos fazer as primeiras defesas com a camisa do clube. (Foto: João Garrigó)Treinador em Campo Grande, ex-goleiro do Palmeiras viu Marcos fazer as primeiras defesas com a camisa do clube. (Foto: João Garrigó)

O técnico do Cene, Veloso, reconheceu que Marcos, que anunciou aposentadoria do futebol nesta semana, foi o maior ídolo do Palmeiras.

O treinador do Furacão Amarelo, que também foi venerado pela torcida do Palestra Itália, presenciou “São Marcos” fazer as primeiras defesas no Verdão.

“Via um jogador de capacidade técnica muito grande, persistente e que soube aproveitar a oportunidade”, definiu.

Veloso foi titular incontestável do Palmeiras entre 1994 e 1998 e tinha Marcos como reserva. Aliás, o arqueiro que fez história no clube pelo estilo “falastrão” foi banco da equipe até 1999.

Naquele ano, assumiu a titularidade na Taça Libertadores da América e ajudou a eliminar o rival Corinthians com boas defesas no tempo normal e, sobretudo, nos pênaltis. A mesma cena se repetiu em 2000 com atuações de gala ao pegar penal de Marcelinho Carioca. Nova eliminação do maior rival e o apelido de “São Marcos” entrava definitivamente para história palmeirense.

Sobre a decisão de encerrar a carreira nos gramados, o técnico do Cene comenta que também teve dificuldade. “É sempre muito difícil parar. O atleta sempre quer ir além até porque o futebol preenche de uma forma que nunca mais outra atividade vai preencher”, explica ao Campo Grande News.

Para Veloso, Marcos fez a decisão certa e num bom momento. “Ele estava bem, mas já não conseguia repetir o mesmo nível de atuação. É a hora de passar o bastão para o Deola”, pontuou em referência ao atual titular do Palmeiras.

Marcos chegou ao Verdão em 1992 e disputou mais de 500 jogos. Superou as barreiras da admiração do clube ao se sagrar pentacampeão na Copa do Mundo do Japão com a seleção brasileira em 2002. Ontem, na reapresentação do time para a temporada 2012, reuniu-se com a diretoria e anunciou a aposentadoria.

A última partida do “São Marcos” como profissional foi no dia 18 de setembro no empate de 1 a 1 contra o Avaí. A diretoria deve agendar um último jogo para marcar a despedida do ídolo.



PODIA JOGAR MAIS UMA PARTIDA COMO DESPEDIDA OFICIAL DO CLUBE NÉ MARCÃO?? PARABENS PELA CARREIRA DE SUCESSO!!! E PARABENS AO VELOSO TAMBÉM, A QUEM ACOMPANHEI EM QUASE TODOS OS JOGOS EM QUE PARTICIPOU..
 
MAXIMILIANO NAHAS em 05/01/2012 03:53:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions