ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUARTA  08    CAMPO GRANDE 14º

Esportes

Autódromo da Capital recebe Estadual de Motovelocidade no fim de semana

Competição reunirá pilotos de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo e Paraná divididos em cinco categorias

Por Gabriel Neris | 12/04/2018 16:30
Autódromo Internacional da Capital recebe prova neste fim de semana com entrada franca (Foto: GPMS/Divulgação)
Autódromo Internacional da Capital recebe prova neste fim de semana com entrada franca (Foto: GPMS/Divulgação)

O Autódromo Internacional Orlando Moura recebe neste fim de semana a primeira etapa do GPMS, o Campeonato Estadual de Motovelocidade. Simultaneamente também acontecerá o GPMT, competição válida para pilotos de Mato Grosso.

As motocicletas devem acelerar já nesta sexta-feira (13). No sábado acontecem os treinos livres, entre 8h e 17h, e no domingo as provas começam a partir das 9h. Nestes dois dias os camarotes estarão liberados para o público assistir gratuitamente.

A competição será dividida em cinco categorias: GP1000 Pro, GP1000 Light, GP1000 Evo, GP600 Pro e GP300 Sport. Os cinco primeiros colocados de cada categoria serão premiados.

De acordo com Van Braun, organizador e piloto, quem comparecer ao autódromo de motocicleta terá a oportunidade de dar uma volta na pista. “Isso vem de encontro com o nosso objetivo. Entendemos que a cultura sul-mato-grossense ainda é voltada para o motocross, trilha, não temos cultura de asfalto”, diz.

Segundo ele, o primeiro objetivo é difundir a modalidade no Estado. “O segundo é desenvolver a cultura de respeito, de forma que os donos de motos venham participar e acelerar dentro de um ambiente controlado e relativamente seguro, procuramos trazer esse pilotos da rua para dentro da pista. E terceiro justamente promover a evolução do piloto que começa como amador e se transforma em profissional”.

De acordo com Braun, o campeonato é idealizado para alavancar o piloto regional para que possa competir em competições nacionais. Segundo ele, o custo é mais baixo em comparação com outras competições e permite que o piloto evolua na pista. “É uma base para os demais campeonatos, nosso nível é bastante forte, por conta dessa mistura de fora”, diz. A prova também contará com pilotos de São Paulo, Mato Grosso e Paraná.

O calendário prevê mais cinco etapas ao longo do ano. As provas estão marcadas para 19 e 20 de maio, 14 e 15 de julho, 1º e 2 de setembro, 17 e 18 de novembro e 15 e 16 de dezembro.