A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/05/2011 13:00

Campanha sai às ruas para que esporte da Capital receba R$ 22 milhões

Aline dos Santos e Paula Vitorino
Campanha em prol do esporte foi realizada hoje no Centro de Campo Grande. (Foto: João Garrigó)Campanha em prol do esporte foi realizada hoje no Centro de Campo Grande. (Foto: João Garrigó)

Formada por vereadores, entidades e desportistas, a “Frente Única do Esporte” saiu às ruas de Campo Grande neste sábado para pedir mais recursos para o setor.

O grupo distribuiu adesivos da campanha no cruzamento da avenida Afonso Pena com a rua 14 de Julho. O objetivo é que a verba para o esporte chegue a 1% do orçamento de Campo Grande.

“Hoje, cerca de meio porcento do orçamento vai para o esporte. Com 1%, seria R$ 22 milhões para investimentos”, afirma o vereador João Rocha (PSDB).

Segundo ele, a mudança está em fase de negociação com a prefeitura. “Tem que haver planejamento para então reorganizar o orçamento. Para que o recurso venha sem prejudicar outras áreas”, salienta.

Segundo o vereador, o dinheiro ajudaria a suprir a carência de investimentos na área esportiva. “É visível que falta investimento no esporte da Capital”, avalia Rocha.

Com adesivagem de veículos e abaixo assinado, o grupo busca o apoio da sociedade. “O esporte gera benefícios na área da saúde, na área social, além de outras diversas melhorias”, lembra o vereador.

Presidente da ADD (Associação Campo-grandense Paradesportiva Driblando as Diferenças), Marli Cassoli, afirma que mais recurso seria bem-vindo. “Espero que o recurso venha para melhorar as instalações, os treinamentos e os materiais”. Ela afirma que, por muitas vezes, é preciso tirar dinheiro do bolso para arcar com os custos.

“Aqui em Mato Grosso do Sul falta incentivo ao esporte, isso precisa mudar. Mesmo sem incentivo conseguimos colocar nomes no cenário nacional”, aponta Marli.

A associação oferece sete modalidades esportivas para pessoas com deficiência física ou mental. Os alunos de futebol e natação estão sem professores. O abaixo-assinado da campanha está disponível no .



até cidades medias do interior de são paulo,tem wquipes de volei e basquete na primeiras divisões das ligas nacionais,assim como estado de santa catarina,lá existe incentivos e trabalho com crianças mais carentes voltadas para o esporte,afim de futuramente integrar equipes de primeira linha.
 
antonio luis em 21/05/2011 04:43:05
Do que adianta aumentar a verba, se apenas alguns são beneficiados???
O que precisa mudar é o conceito de esporte em Campo Grande, chega de tanta escolinha de futebol e judo. E os outros esportes quando serão contemplados???
 
Fernanda Maciel em 21/05/2011 04:14:52
Ótima Iniciativa, o esporte na capital e no estado tem que ser mais valorizado por nossos governantes, afinal de contas somos bem representados lá fora por nosso atletas. Infelizmente a falta de verba, estrutura fisica e mão de obra bem remunerada (afinal de contas ninguem trabalha de graça) levam os nossos atletas para outros estados e capitais que oferecem salarios e diversos recursos, assim perdemos os melhores para outros.
 
Gisele Martins em 21/05/2011 02:37:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions