A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/06/2012 09:54

Campo Grande perde final e mantém freguesia no Rugby

Gabriel Neris

Equipe da Capital disputou decisão contra Goiânia e foi derrotada por 32 a 6, ficando com o vice pela terceira vez consecutiva.

Decisão foi realizada no Centro Olímpico da Vila Nasser, em Campo Grande (Foto: Divulgação)Decisão foi realizada no Centro Olímpico da Vila Nasser, em Campo Grande (Foto: Divulgação)

A equipe do Campo Grande Rugby Clube perdeu no último sábado (16) a final da quarta edição do Pequi Nations para os Goianos Rugby Clube. A decisão da Copa Brasil Central foi realizada no Centro Olímpico da Vila Nasser, em Campo Grande.

Esta foi à terceira oportunidade que os representantes da capital sul-mato-grossense tiveram em conquistar o título, que ainda permanece inédito. Os goianos venceram as finais sobre Campo Grande em 2010 e 2011. O primeiro campeão da competição foi o Brasília Rugby Clube.

Para a decisão, Campo Grande entrou com “sede de vingança”, mas parou numa equipe que foi completamente superior no placar: 32 a 6. “Começamos o jogo bem, mas não encontramos o padrão que tivemos durante o campeonato. Eles souberam controlar o placar”, lamentou Luis Fernando Gillanueva, jogador e presidente da Federação de Rugby de Mato Grosso do Sul.

Gillanueva destaca que para buscar o título neste ano, a equipe trouxe um treinador de fora. “Ele trouxe um padrão de jogo pra gente, conseguimos bons resultados com esse projeto embutido no time”, elogia Luis em referência ao técnico Maurício Migliano, técnico da Confederação Brasileira de Rugby.

Encerrada a competição nacional, os jogadores se preparam para disputar o Estadual que contará com quatro etapas a partir do mês de agosto. As disputas serão nos municípios de Dourados, Corumbá, Bela Vista e Campo Grande.

Categoria de base - A Federação Sul-mato-grossense de Rugby iniciou há pouco menos de dois meses o projeto “Tocando em Frente” com 20 crianças do bairro Parati. O objetivo é divulgar e aumentar o número de praticantes da modalidade na cidade.

De acordo com Gillanueva, o projeto deve incentivar a realização de pequenos torneios. A intenção é que a ação chegue às escolas públicas de Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions