A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

06/01/2014 10:41

Com "clones" de Baloteli, Rincón e Neto, Novoperário apresenta time para 2014

Leonardo Rocha
Eduardo Mlauf, o presidente Américo Ferreira e o técnico Rudney Lucas apresentam time para 2014 (Foto: Pedro Peralta)Eduardo Mlauf, o presidente Américo Ferreira e o técnico Rudney Lucas apresentam time para 2014 (Foto: Pedro Peralta)

O time do Novoperário apresentou seu time para disputa do campeonato estadual de 2014. Além do novo técnico, Rudney Lucas, que já passou por times sul-mato-grossenses, paulistas e paranaenses, o time terá nove reforços e uma folha salarial mensal de R$ 45 mil.

No elenco, que terá de 25 a 28 atletas, ainda tem os jogadores Luciano Baloteli, Marcos Rincón e Neto que relembram antigos e novos craques de futebol.

Rudney Lucas, novo técnico, ressaltou que a estratégia para o campeonato será o entrosamento, união e comprometimento de todo grupo, para que os resultados apareçam. “Estamos confiantes, nossa meta é vencer e fazer um ótimo campeonato”.

Ele já trabalhou como preparador físico, auxiliar técnico, até começar a carreira de técnico, já passou por clubes como Grêmio Maringá (PR), Independente e Inter de Limeira (SP), Corumbaense e Operário.

Entre os reforços para esta temporada estão: Jeferson Arroz, vindo do CG Gava da Espanha, Rudmar dos Santos que jogou no Atlético Monte Azul, Lucas Santos (Vila Nova), Guilherme Rodrigues (Cene), Edil Souza (Serc), Matheus Alves (Novo Hamburgo), Esquerdinha (Juventus – RS), Alex Coman (Operário) e Edenilson Souza (XV de Piracicaba).

“Podemos colocar como destaque o Jeferson (Arroz) que poderá ser uma grata satisfação no campeonato, além do zagueiro Nei e do goleiro Washington. Esperamos que todo time vá bem”, afirmou o presidente do clube, Américo Ferreira.

Apoio – O empresário Eduardo Maluf, que assumiu a função de diretor executivo do time, ressaltou que a meta do Novo Operário é em longo prazo, com a participação na série D do campeonato brasileiro, e o começo da revelação e negociações de jogadores em Mato Grosso do Sul.

“O foco principal não é vencer este estadual, é criar uma estrutura que possa comprar e emprestar jogadores, os jogadores revelados no Estado não trouxeram benefícios a nenhum clube daqui, temos que mudar esta história”.

Maluf ainda apontou que o futebol do Estado precisa estar no mínimo na série B do nacional, e para isto terá que estender seu calendário de atividades.

“Hoje os times jogam de janeiro a abril, depois ficam parados, nenhuma empresa funciona deste jeito, o que vão fazer de maio a dezembro? Temos que trazer novos parceiros e alongar estas datas”.

O empresário espera que durante este período de inatividade, deste ano, o time consiga emprestar os jogadores para clubes de outros estados, até para valorização dos atletas. “Este time pode render muito, apesar de caçula, já venceu a série B estadual e pode conquistar o título este ano”, apontou ele.

Vontade – Maluf ressaltou que resolveu investir no futebol estadual por um “desejo pessoal”, para que Mato Grosso do Sul volte a fazer parte do cenário nacional. “Já tenho uma empresa de marketing esportivo e alguns jogadores, assim como na música não acreditavam, espero que este projeto seja um sucesso”.

Compromissos – O Novo Operário inicia a preparação amanhã com jogo treino contra o ABC. No sábado, a partir das 10h, faz amistoso contra o Sete de Setembro e no domingo, por volta das 16h, enfrenta o Ubiratã, em Dourados.

O campeonato estadual começa no dia 19 de janeiro, em dois grupos de seis times, onde quatro se classificam em cada chave. Depois se inicia os confrontos que vão resultar no quadrangular final. A decisão do campeonato está prevista entre os dias 2 a 9 de abril.

Empresário quer montar estrutura no time e alongar as datas de atividades no Estado (Foto: Pedro Peralta)Empresário quer montar estrutura no time e alongar as datas de atividades no Estado (Foto: Pedro Peralta)
Presidente destaca a contratação de nove reforços e uma folha salarial de R$ 45 mil (Foto: Pedro Peralta)Presidente destaca a contratação de nove reforços e uma folha salarial de R$ 45 mil (Foto: Pedro Peralta)
MS volta de Seletiva Sub-18 em RS com 3 medalhas de ouro e uma de prata
Os judocas de Mato Grosso do Sul que foram para Porto Alegre (RS) disputar a Seletiva Nacional Sub-18, competição que vale para o ranking de 2018, vo...
Sul-mato-grossenses conquistam medalhas no Brasileiro e Torneio Open
Dois nadadores sul-mato-grossenses conquistaram várias medalhas no Campeonato Brasileiro Senior de Natação e do Torneio Open CBDA - Correios, disputa...


Jefferson Arroz e craque, Volante sabe sair para o jogo, faz muito bem lançamentos com o pé esquerdo, bom passe, começou jogando meia, no Cuiabá jogou de lateral esquerdo e no Brasil Central efetivou-se de volante, ele já jogou na Itália na Romênia Espanha, no Ipatinga e no Mixto de Cuiabá-MT, já vi ele jogar desde aos 10 anos.
 
almir antunes em 11/01/2014 21:51:15
Agora volta ao morenão parabéns novoperario
 
Antonio dos santos em 07/01/2014 23:24:45
Parabéns Novoperário, sucesso eduardo também no futebol.
 
Gloria de Jesus Almeida em 07/01/2014 00:05:38
parabens a voce eduardo maluff por investir no esporte de ms
e parabens a duts promoçoes e eventos
 
Daiane de souza em 06/01/2014 15:48:30
So' lenda … Quero ver na pratica… Clones nao significa que tenha o potencial do original..
Puro Marketing que interessa apenas aos envolvidos…. Muito bla bla bla… Vamos ser realistas.. O Operario necessita de jogadores com qualidade comprovada… Nao meia bocas…Tem que colocar dinheiro… dinheiro… Nao Marqueteiros com propaganda enganosa… Mas em todo caso vale a intenção em participarem do campeonato.
 
Diogo Freitas em 06/01/2014 13:01:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions