A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 19 de Setembro de 2017

14/09/2017 20:25

Com gol de Scarpa, Flu vence LDU e abre vantagem na Sul-Americana

Do Estadão Conteúdo

O Fluminense fez a lição de casa na noite desta quinta-feira ao derrotar a LDU por 1 a 0, no Maracanã, no jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. Destaque do jogo, o meia Gustavo Scarpa, em cobrança de falta, anotou o único gol da partida, aos 6 minutos de jogo.

Com amplo domínio na partida, o time carioca saiu de campo insatisfeito, apesar da vitória. Isso porque foi melhor ao longo de todo o jogo, quase não foi ameaçado pelo rival e ainda desperdiçou boas chances de aumentar a vantagem para a partida da volta, marcada para o dia 21 deste mês, no Equador.

Sem levar gol em casa, o Fluminense jogará por um empate na altitude de Quito para garantir seu lugar nas quartas de final. Se confirmar o favoritismo, o time carioca vai enfrentar na sequência o vencedor do duelo entre Flamengo e Chapecoense, que empataram sem gols no jogo de ida, na quarta.

O JOGO - Com os duros revezes para a LDU, na Libertadores de 2008 e na Sul-Americana de 2009 ainda na memória, o Fluminense foi para cima do rival nos primeiros minutos de jogo, no Maracanã. E não demorou para abrir o placar. Logo aos 6 minutos, Gustavo Scarpa cobrou falta com categoria, no canto direito do goleiro Nazareno, e mandou para as redes.

O gol acabou confirmando a superioridade que o Fluminense iria mostrar no restante do primeiro tempo. Mas, ao mesmo tempo, deixou o time carioca acomodado em campo. Mesmo dominante, o Fluminense teve dificuldade no ataque, principalmente nas finalizações. Na melhor chance após o gol, Henrique Dourado bateu rasteiro de fora da área e mandou rente à trave, aos 22 minutos.

Daí em diante, o Flu controlou a partida e apresentou maior presença no ataque, porém sem aproveitar suas oportunidades. Menos mal para o time de Abel Braga que a LDU praticamente não ameaçou a defesa brasileira nos primeiros 45 minutos. O ataque dos visitantes era liderado por Hernán Barcos, ex-Palmeiras e ex-Grêmio.

O Flu voltou para o segundo tempo com uma mudança no meio-campo. Orejuela, com dores na coxa esquerda, deu lugar a Sornoza. A alteração pouco afetou o panorama do jogo. O time carioca seguia dominante, mas sem ser incisivo no ataque.

Tentando tornar o ataque do Flu mais perigoso, Dourado cabeceou com perigo aos 15 e aos 20 minutos. Na sequência, numa rara investida dos anfitriões, o Flu esbanjou volume de jogo no ataque numa série de chances com Scarpa e Dourado.

A manutenção da postura ofensiva do Flu facilitava a vida da desfalcada defesa. Abel entrou em campo com os zagueiros reservas Frazan e Nogueira porque os titulares estão machucados. A situação quase se complicou quando o primeiro sentiu dores e o treinador precisou improvisar Marlon Freitas na defesa.

Os mandantes só não levaram maiores sustos na zaga, após a mudança, porque a LDU manteve postura cautelosa até o apito final, afora uma investida aos 42, de Anderson Julio, que mandou para fora.

Nos instantes finais, o Flu pressionou e quase anotou o segundo gol, com Robinho, em jogada individual. Quase dentro da pequena área, só parou na defesa do goleiro Nazareno, aos 43 minutos.

Para o jogo da volta, Abel Braga terá ao menos um desfalque certo. Henrique Dourado vai cumprir suspensão após levar cartão amarelo nesta noite. Era o único jogador pendurado do elenco no jogo desta quinta.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions