A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/11/2013 16:44

Costa Rica desconhece interesse da Caixa para patrocínio de R$ 200 mil

Helton Verão
Dirigentes negam contato com a Caixa Econômica para patrocínio em 2014 Dirigentes negam contato com a Caixa Econômica para patrocínio em 2014

Os dirigentes do Costa Rica Futebol Clube negaram qualquer contato com a Caixa Econômica Federal (CEF) para o patrocínio da equipe na temporada 2014. O boato surgiu no início da semana, mas o presidente Edson Martins e o vice, César Mignoli, confirmam apenas o vínculo com a Prefeitura Municipal de Costa Rica.

A equipe que garantiu o acesso para o Campeonato Sul-Mato-Grossense da Série A, após chegar a final contra o Ubiratan, na segundona, precisa de um orçamento médio para se bancar na próxima temporada de R$ 300 mil. De acordo com a tal parceria ventilada, a Caixa injetaria R$ 200 mil ao clube.

“Da nossa parte nunca existiu nenhum contato com a Caixa. Somos patrocinados pela Prefeitura, só se ele (prefeito Waldeli Rosa) esteja negociando algo com eles e não tenha comunicado”, responde o vice, Mignoli.

A diretoria do Costa Rica enviou propostas para parcerias à seis empresas e aguarda resposta. No mais, a folha salarial do clube deverá custar até R$ 40 mil/mês.

Comissão técnica e jogadores ainda não foram contratados, mas César afirma estar analisando três nomes para o cargo de técnico. “O Itamar Bernardes não ficou. Estamos analisando estes três nomes e do elenco que disputou a Série B, pelo menos cinco já estão apalavrados”, revelou Mignoli.

Apesar da indefinição, o dirigente afirma que o clube entrará para vencer. “Não vamos entrar pensando em outra coisa, a não ser o título”, afirma César.

O Campo Grande News entrou em contato com o prefeito Waldeli Rosa e sua assessoria de imprensa, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos retorno. O mesmo ocorreu com a Caixa Economica Federal, em Mato Grosso do Sul.

A Caixa entrou com tudo este ano no futebol brasileiro para aproveitar a Copa do Mundo e fortalecer sua marca. Vários clubes das Séries A e B estão recebendo incentivo do banco público. Se acontecesse com o Costa Rica seria o primeiro clube fora dos escalões iniciais a receber o investimento.

Rodada de abertura - O Costa Rica estreia na competição no dia 18 de janeiro, às 16 horas visitando o Aquidauanense, no estádio Noroeste. No mesmo dia e horário, o Comercial recebe o Misto de Três Lagoas, no Morenão.

Três clássicos acontecem na primeira rodada, só que no domingo, dia 19. O Cene, atual campeão, encara o Novoperário no Morenão, às 16 horas. Ubiratan e Sete de Dourados fazem o outro clássico, no mesmo dia e horário, no Douradão. Mais tarde às 18 horas, no Saraivão, é a vez de Ivinhema e Naviraiense estrearem.

Completam a rodada no ainda no domingo, Urso de Mundo Novo e Águia Negra, às 16 horas, na Toca do Urso.

O Estadual terá dois grupos, com sete times de cada lado e se enfrentam em turno e returno. Após esses 12 jogos cada, os quatro melhores de cada chave se classificam para os "mata-matas" das quartas, semi e final. Os dois piores da fase de grupos serão rebaixados para a Série B.

Os grupos seguem como em 2013. Em um estão Cene, Comercial, Novoperário, Aquidauanense, Misto, Maracaju e Costa Rica, de volta à Série A. No outro se enfrentam Águia Negra, Ivinhema, Itaporã, Naviraiense, Sete de Dourados, Urso e o caçula Ubiratan.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions