ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  23    CAMPO GRANDE 22º

Esportes

Costa Rica desconhece interesse da Caixa para patrocínio de R$ 200 mil

Helton Verão | 27/11/2013 16:44
Dirigentes negam contato com a Caixa Econômica para patrocínio em 2014
Dirigentes negam contato com a Caixa Econômica para patrocínio em 2014

Os dirigentes do Costa Rica Futebol Clube negaram qualquer contato com a Caixa Econômica Federal (CEF) para o patrocínio da equipe na temporada 2014. O boato surgiu no início da semana, mas o presidente Edson Martins e o vice, César Mignoli, confirmam apenas o vínculo com a Prefeitura Municipal de Costa Rica.

A equipe que garantiu o acesso para o Campeonato Sul-Mato-Grossense da Série A, após chegar a final contra o Ubiratan, na segundona, precisa de um orçamento médio para se bancar na próxima temporada de R$ 300 mil. De acordo com a tal parceria ventilada, a Caixa injetaria R$ 200 mil ao clube.

“Da nossa parte nunca existiu nenhum contato com a Caixa. Somos patrocinados pela Prefeitura, só se ele (prefeito Waldeli Rosa) esteja negociando algo com eles e não tenha comunicado”, responde o vice, Mignoli.

A diretoria do Costa Rica enviou propostas para parcerias à seis empresas e aguarda resposta. No mais, a folha salarial do clube deverá custar até R$ 40 mil/mês.

Comissão técnica e jogadores ainda não foram contratados, mas César afirma estar analisando três nomes para o cargo de técnico. “O Itamar Bernardes não ficou. Estamos analisando estes três nomes e do elenco que disputou a Série B, pelo menos cinco já estão apalavrados”, revelou Mignoli.

Apesar da indefinição, o dirigente afirma que o clube entrará para vencer. “Não vamos entrar pensando em outra coisa, a não ser o título”, afirma César.

O Campo Grande News entrou em contato com o prefeito Waldeli Rosa e sua assessoria de imprensa, mas até o fechamento desta matéria não obtivemos retorno. O mesmo ocorreu com a Caixa Economica Federal, em Mato Grosso do Sul.

A Caixa entrou com tudo este ano no futebol brasileiro para aproveitar a Copa do Mundo e fortalecer sua marca. Vários clubes das Séries A e B estão recebendo incentivo do banco público. Se acontecesse com o Costa Rica seria o primeiro clube fora dos escalões iniciais a receber o investimento.

Rodada de abertura - O Costa Rica estreia na competição no dia 18 de janeiro, às 16 horas visitando o Aquidauanense, no estádio Noroeste. No mesmo dia e horário, o Comercial recebe o Misto de Três Lagoas, no Morenão.

Três clássicos acontecem na primeira rodada, só que no domingo, dia 19. O Cene, atual campeão, encara o Novoperário no Morenão, às 16 horas. Ubiratan e Sete de Dourados fazem o outro clássico, no mesmo dia e horário, no Douradão. Mais tarde às 18 horas, no Saraivão, é a vez de Ivinhema e Naviraiense estrearem.

Completam a rodada no ainda no domingo, Urso de Mundo Novo e Águia Negra, às 16 horas, na Toca do Urso.

O Estadual terá dois grupos, com sete times de cada lado e se enfrentam em turno e returno. Após esses 12 jogos cada, os quatro melhores de cada chave se classificam para os "mata-matas" das quartas, semi e final. Os dois piores da fase de grupos serão rebaixados para a Série B.

Os grupos seguem como em 2013. Em um estão Cene, Comercial, Novoperário, Aquidauanense, Misto, Maracaju e Costa Rica, de volta à Série A. No outro se enfrentam Águia Negra, Ivinhema, Itaporã, Naviraiense, Sete de Dourados, Urso e o caçula Ubiratan.

Nos siga no Google Notícias