A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

06/12/2009 18:32

Cruzeiro vence Santos e segue para a Copa Libertadores

Redação

No jogo que marcou a despedida de Vanderlei Luxemburgo, no dia seguinte à eleição de Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, candidato de oposição, o Santos não conseguiu a vitória que desejava o treinador para terminar o Brasileiro com dignidade.

A festa foi do Cruzeiro, que conseguiu um triunfo dramático, por 2 a 1, com o gol salvador marcado por Kléber, que saiu do banco, em sua primeira partida após a cirurgia de púbis. O Gladiador, que se desentendeu com torcedores celestes, por causa de seu "carinho" com o Palmeiras, foi responsável pela eliminação do alviverde, que perdeu para o Botafogo, por 2 a 1, no Engenhão.

A partida valia muito para o Cruzeiro, que entrou em campo com o objetivo de buscar sua vaga à Libertadores, pela terceira vez consecutiva, o que acabou acontecendo, e não influenciaria em nada a situação do Santos, já garantido à Copa Sul-Americana, começou com tumultos do lado de fora do estádio. Houve enfrentamento de torcedores santistas e cruzeirenses, coma necessidade de a Polícia Militar utilizar balas de borracha para conter o tumulto.

Sem perder longe de Belo Horizonte há quatro meses, o Cruzeiro precisava vencer o Santos e contar com derrota de Palmeiras ou São Paulo, que enfrentaram, respectivamente, Botafogo, no Engenhão, e Sport, no Morumbi. O time cruzeirense fez a sua parte e ficou na torcida por um resultado que o levasse à Libertadores.

A partida celeste acabou bem antes do jogo no Engenhão, quando o Botafogo vencia por 2 a 0. O Palmeiras ainda diminuiu o placar, mas não conseguiu o empate que o colocaria na competição internacional.

Do lado do Santos, o futuro do técnico Vanderlei Luxemburgo era a grande indagação. "O último jogo é hoje. Ficou bem posicionado durante a eleição que eles não me queriam e eu não queria trabalhar com a oposição. Como ganhou o Luis Álvaro, que já deu declaração que não vai trabalhar comigo, como eu também não trabalharia, vamos terminar de forma digna", afirmou Luxemburgo, que admitiu conversas com o Atlético-MG, rival celeste, mas não quis se aprofundar no tema. "Vamos pensar no jogo", disse.

O Cruzeiro marcou logo no início do primeiro tempo, aos 4 minutos, com Wellington Paulista. Depois disso teve de superar grande pressão do Santos, agravada pela expulsão de Jonathan, aos 15 minutos do segundo tempo, chegando a ceder o empate. Aí surgiu a estrela de Kléber, que não jogava desde que "brigou" com a torcida celeste e, em seu primeiro lance, balançou as redes de Felipe.

Um público de 6.942 pagantes compareceu ao jogo, que contabilizou renda de R$ 100.585. (Com informações do site UOL).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions