ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  06    CAMPO GRANDE 22º

Esportes

De olho no samba, empate da seleção não desanima torcedores na Planalto

Jogo foi prévia de festa que teve continuidade com roda de samba neste domingo; para torcedores, 1 a 1 contra a Suíça não abala confiança

Por Humberto Marques e Willian Leite | 17/06/2018 17:26
Conveniência experimentou, pela primeira vez, fechar rua para roda de samba e jogo da Copa. (Fotos: Marina Pacheco)
Conveniência experimentou, pela primeira vez, fechar rua para roda de samba e jogo da Copa. (Fotos: Marina Pacheco)

Uma conveniência na Vila Planalto, em Campo Grande, uniu a estreia da Seleção Brasileira ao samba e, desde o início da tarde deste domingo (17), preparou-se para receber a torcida. Quem assistiu ao empate por 1 a 1 contra a Suíça na Primo’s, porém, não ficou desapontado com o resultado e ainda acredita que o hexa está logo ali.

Proprietário do estabelecimento, Felipe Leite, 37, decidiu experimentar abrir o espaço para os torcedores “pela primeira vez em dois anos”, disse, e obteve autorização na Prefeitura da Capital para fechar um espaço de uma quadra entre nas ruas Saldanha da Gama e Sílvio de Andrade.

Ali, Felipe conseguiu reunir cerca de 100 pessoas nesta tarde, que assistiram à estreia dos comandados de Tite por um telão. “Agora a festa vai até umas 20h30 com o grupo Papo de Samba”, afirmou, sem se preocupar com o resultado da partida.

Sentimento que foi compartilhado por muitos dos presentes, que já aproveitavam o fim de tarde para se divertir no local. Foi o caso do marceneiro Romário Ramos, 28, cliente fiel do estabelecimento. “Bato ponto aqui toda a sexta-feira e não ia ser diferente no jogo. É um ponto de diversão da população”, disse.

Ramos disse não se abalar com o resultado em campo. “Estou confiante que o Brasil vai fazer bonito”, garantiu.

Já Ana Paula Garcia, 29, foi à Primu’s com a mãe, a irmã e a filha, Maria Clara. Animados com a roda de samba, eles também não consideraram o empate na estreia um resultado ruim. “Gostei do jogo, o resultado foi bom. Agora é só diversão”, declarou.

Em um grupo de cinco amigos, Karen Stieglek, 24, e Fabiana Paniago, 23, foram pela primeira vez ao local e, até então, aprovaram. “Não desanimou (o resultado), acho que ainda dá para conquistar o título. E vamos voltar para ver os outros jogos. Desde que tenha samba”, disse Karen.

Futebol chamou a atenção, mas resultado não desanimou torcida pelo título na Rússia
Futebol chamou a atenção, mas resultado não desanimou torcida pelo título na Rússia