A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

19/10/2014 12:27

Desafio nas Trilhas já tem seus primeiros vencedores em Rochedinho

Leonardo Rocha e Eduardo Penedo
Desafio de Trilhas em Rochedinho começa a conhecer os vencedores do evento (Foto: Marcelo Calazans)Desafio de Trilhas em Rochedinho começa a conhecer os vencedores do evento (Foto: Marcelo Calazans)

   O 1° Desafio nas Trilhas de Rochedinho, já começou a premiar seus primeiros vencedores do evento, entre eles Alexandre Lila, de 33 anos, que venceu a prova na categoria pró 80 km, tendo em segundo lugar Rosimar Cristiano Teodoro Fonseca e na terceira posição, Gilmar Elias Batista Júnior.

O vencedor da categoria de percurso mais longo do desafio, Alexandre Lila, terminou a prova em 3 horas e 43 minutos, ele que é mecânico de bicicleta, disputou a sua segunda competição oficial. "Foi um desafio muito grande, o sol castigou bastante, principalmente nas subidas íngremes, e nas descidas onde tive muito cuidado", destacou.

O vencedor da categoria disputou sua primeiro prova oficial em Nova Andradina, em um evento de ciclismo conhecido como "Pata da Onça". Em segundo lugar, Rosimar Cristiano completou a prova em 3 horas e 52 minutos, seguido por Gilmar Elias que cravou 4 horas na sua chegada.

Superação - Muitos participantes disputaram este desafio com a meta principal de superar seus próprios limites e cada vez mais se empenhar neste esporte. O professor Eduardo Henrique, de 49 anos, fez a prova Pró-35 km e mesmo assim conseguir completar o percurso. "Foi muita superação, não esperava terminar a prova, pois não tenho tempo para treinar e me dedicar".

O servidor público Marcelo Lino de Almeida, 42, já pedala há 27 anos e desde de 1999 compete em eventos de ciclismo. "Cada prova para mim é uma vitória pessoal, ao desenvolver o ciclismo consigo me aliviar da tensão do dia a dia e ainda ter uma vida saudável".

Já a empresária Ceane Vincensi, 28, ressaltou que começou a treinar para prova há 60 dias e que este desafio é uma forma de superação. "Passei por subidas e descidas complicadas, mas consegui completar a prova, estou feliz".

Ajuda - Os competidores tiveram muita solidariedade nesta prova, sempre que acontecia de algum ciclista cair durante o percurso ou furar o pneu, logo aparecia dois participantes para ajudar e até arrumar a bicicleta do outro.

Inclusive a equipe do Campo Grande News ajudou o ciclista Fernando Ribas Baggio, 35, que acabou estragando sua bicicleta e ganhou uma "carona" da equipe de reportagem, seguindo por 8km, até chegar a um ponto de apoio. Ele também teve ajuda do comerciante Maurício Duarte Rosa, 35, que ajudou a concertar sua bicicleta, mas esta logo depois voltou a dar problemas, tendo o participante que desistir da prova.

Auxílio - Para ajudar e contribuir com os competidores, a organização da prova disponibilizou aos atletas 60 galões de 20 litros de água, 450 maçãs, 1,5 mil bananas (orgânicas), 200 litros de isotônicos, 360 saches (isotônicos) e 36 quilos de rapadura.

Competidores se ajudam durante o percurso, principalmente para aqueles que estragam suas bicicletas (Foto: Marcelo Calazans)Competidores se ajudam durante o percurso, principalmente para aqueles que estragam suas bicicletas (Foto: Marcelo Calazans)
Participantes da prova tiveram auxílio de água, maçãs, isotônicos, bananas e até rapaduras (Foto: Marcelo Calazans)Participantes da prova tiveram auxílio de água, maçãs, isotônicos, bananas e até rapaduras (Foto: Marcelo Calazans)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions