A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018

21/11/2017 11:42

Etapa do Brasileiro no domingo abre nova era do motocross em Campo Grande

Paulo Nonato de Souza e Mayara Bueno
Prefeito Marquinhos Trad disse que os pilotos serão responsáveis pela manutenção da pista de motocross no autódromo (Foto: Mayara Bueno)Prefeito Marquinhos Trad disse que os pilotos serão responsáveis pela manutenção da pista de motocross no autódromo (Foto: Mayara Bueno)

A etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross de 2017 que será disputada no próximo fim de semana em Campo Grande marcará a inauguração de uma nova era na modalidade para os pilotos campo-grandenses que antes não tinham sequer local para treinar. É que a prova será disputada em uma pista construída na área do Autódromo Internacional Orlando Moura, na BR-262, saída para Três Lagoas.

O circuito, após a competição nacional, terá manutenção a cargo da Federação de Motociclismo de Mato Grosso do Sul e dos próprios atletas, conforme termo de compromisso assinado nesta terça-feira (21) no gabinete do prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad. “A prefeitura investiu R$ 35 mil na pista. Agora, a manutenção será tarefa da federação e dos atletas, que em troca vão poder treinar de graça”, disse o prefeito.

“É um problema de muitos anos, só agora resolvido”, disse o presidente da CBM (Confederação Brasileira de Motociclismo), o campo-grandense Firmo Henrique Alves, que por muitos antes foi presidente da Federação de Motociclismo de Mato Grosso do Sul, também presente no evento na Prefeitura de Campo Grande.

Segundo ele, a falta de estrutura própria para o motocross em Campo Grande obrigava os pilotos a treinar em espaços alugados em chácaras nos arredores da cidade. “Agora os pilotos passam a ter uma pista própria, homologada e a altura de receber campeonatos nacionais”, ressaltou o dirigente.

“Eu treinava no município de Nova Alvorada do Sul. Tinha que viajar 230 km de ida e volta todos os dias para poder treinar”, lembrou o piloto campo-grandense Fábio Festi, que na etapa do Brasileiro de Motocross em Campo Grande estará brigando pelo título de vice-campeão da categoria MX3.

Ele está atualmente na vice-liderança, tem grandes chances assegurar o posto nas duas etapas que restam para acabar o campeonato, e terá uma disputa direta com o piloto catarinense Eriveldo Nicoladelli, terceiro colocado na classificação do campeonato. O título da categoria já é do paranaense Willian Guimarães.

Entrada gratuita - A prova em Campo Grande será disputada na área do Autódromo Internacional nas categorias MX1, MX2, MX2JR, MXJR, MX3 e MXF, além de baterias extras da MX1 e da Junior, adiadas na primeira e quinta etapas, respectivamente. Será a sexta e penúltima etapa do Campeonato Brasileiro e com a competição na reta final a expectativa dos organizadores é de muita emoção.

A lista das atrações estrangeiras tem o espanhol Carlos Campano, que lidera o Campeonato Brasileiro com 180 pontos, sete a mais que o equatoriano Jetro Salazar, em segundo, e o brasileiro Eduardo Lima, o terceiro, e o português Paulo Alberto, o quarto colocado.

Com 125 pontos em disputa nas duas etapas restantes, a decisão do título na MX1 ainda está aberta. Na categoria MX2, a liderança é do paulista Gustavo Pessoa com 210 pontos, seguido de Fábio Santos, que tem 189 pontos.

A programação da etapa em Campo Grande terá início na sexta-feira pela vistoria da pista. No sábado acontecem os treinos oficiais para definição de grid de largada e no domingo os pilotos vão acelerar em busca das melhores posições nas provas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions