A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 16 de Janeiro de 2018

20/07/2013 15:58

Federação falha e desfalca MS para o brasileiro de boxe em Campo Grande

Zemil Rocha

O presidente da Federação de Boxe do Estado de Mato Grosso do Sul (FBBMS), Marcelo . Nelcíades Honorato Nunes, mais conhecido como Marcelo Nunes, acabou desfalcando a equipe de Mato Grosso do Sul que vai participar do Campeonato Brasileiro de Boxe, que começa na segunda-feira (22) e prossegue até o dia 28 de julho, no Ginásio Guanandizão, em Campo Grande. Atletas que são campeãs estaduais estarão fora da competição por falha de Nunes, que achou, equivocadamente, que elas eram profissionais.

“Posso até admitir que houve uma falha minha, no sentido de ter verificado se era ou não profissional, mas o último dia de inscrição foi 1º de julho e agora não tem mais jeito”, afirmou Marcelo Nunes. “Tentei convencer a Confederação Brasileira de Boxe, fiz de tudo que eu podia, mas não consegui. Fui para cima, mas regra é regra”, acrescentou Nunes, lamentando a situação e reconhecendo que foi “na onda” de alguns diretores da federação que disseram que as atletas eram profissionais do muay thai.

Em decorrência disso, Mato Grosso do Sul ficou sem poder contar com a atuais campeãs estaduais de boxe Fernanda Ebelbaum (54 quilos) e Sílvia Sandia Garcia (64 quilos) na disputa nacional. A primeira é tetracampeã estadual (2008, 2009,2010 e 2012) e campeã nacional de muay thai em 2011. Já Sílvia é tricampeã em sua categoria no Estado (2008, 2009 e 2012). Também ficou de fora a promissora atleta douradense Janaína Gomes Nascimento, que começou a lutar boxe há pouco tempo, mas também atua em K1 e muay thai.

Com isso, a equipe feminina do Estado, que poderia ter até 10 atletas, ficou com apenas cinco competidoras: Aline Santana (60 quilos), que é atleta da seleção brasileira de boxe; Yasmin Farol (64 quilos); Albanice Valério (75 quilos); Emília Reis (até 81 quilos); e Jéssica Gabriela (acima de 81 quilos). O técnico é Luiz Cláudio.

Revolta – A tetracampeã estadual de boxe Fernanda Ebelbaum ficou revoltada com o fato de não ter sido inscrita no Campeonato Brasileiro de Boxe, justamente quando a edição acontece em sua cidade, Campo Grande. “Estamos revoltadas com essa situação. Treinamos o ano intero e queremos participar”, declarou a tetracampeã. Segundo ela, há vários meses vinham tentando a inscrição, mas a federação estadual se recusava incluí-las na competição nacional.

“Nós estamos sabendo há três meses que o Campeonato Brasileiro de Boxe será realizado aqui em Campo Grande. Um mês antes o presidente disse que quem luta outras artes marciais não poderia participar. Mas não tem nenhuma regra nesse sentido no regulamento da CBBoxe (Conferação Brasileira de Boxe) e da Aiba (Associação Internacional de Boxe Amador)”, relatou Fernanda.

Segundo ela, as regras de 2013 da CBBoxe só não admite a participação de atleta que tenha participado de competição profissional ou tenha firmado contrato visando lucro com outra entidade. “Nunca tivemos nada disso. Participamos de forma amadora”, garantiu ela.

Indagado sobre essas exigências, Marcelo Nunes explicou que teve informações de diretores da Federação de que elas participavam de outras modalidades de luta. “Então, para mim, elas era atletas profissionais de muai thai. Quando descobriu a verdade, já era tarde”, justificou o dirigente esportivo. “São boas atletas de box e Mato Grosso do Sul vai desfalcado para o Campeonato Brasileiro”, emendou.

Fernanda e as atletas prejudicadas chegaram a ir ao Ministério Público e à Defensoria Pública para tentar juridicamente obrigar a Federação de Boxe do Estado a inscrevê-las, mas sem sucesso. “Nos disseram que o dano ainda não tinha se materializado, já que o campeonato começa na segunda-feira”, contou. “E aconselharam que a gente levasse um documento para ter assinatura do Marcelo Nunes, com a justificativa para negar nossa inscrição, mas o Marcelo não quis assinar”, disse.

 

 

São Paulo bate o Cruzeiro por 1 a 0 e garante vaga nas quartas de final
O São Paulo foi a campo no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, na noite desta segunda-feira (15), e conquistou a classificação para as quartas de ...
Santos passa pelo Atlético-PR e encara o colorado gaúcho na Copinha
O Santos garantiu na tarde desta segunda-feira a classificação para as quartas de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Em jogo válido pelas oit...


Sabe o mais interessante??? As atletas que foram "convocadas" exceto a Emília Reis que já participa a bastante tempo no Boxe, são todas novatas. A Silvia e a Fernanda participam desde 2009 em eventos de boxe praticamente todos, e não foram sequer comunicadas sobre o campeonato Brasileiro??? Bastante curioso né??? Acho que está acontecendo favorecimento de atletas e equipes pelo presidente da FDBMS e acredito que já passou da hora dos atletas adquirirem uma postura de não mais se omitirem e exigirem regras CLARAS E CRITÉRIOS MENOS SUBJETIVOS DE SELEÇÃO das equipes regionais, em todos os aspectos inclusive na seleção de árbitros e membros da Federação que quase todos são consanguíneos do atual presidente MELCIADES NUNES que responde pela alcunha de MARCELO NUNES.
 
Rosa de Castro Lemes em 22/07/2013 01:03:28
lamentável. as duas meninas eram chances de medalhas do nosso estado. Mas não acredito em má fé da parte do presidente da federação, na verdade, as informações que vieram da CONFEDERAÇÃO foram claras, "atletas que praticam outras lutas não poderão lutar boxe olímpico" e na verdade eles deveriam ter dito que atletas profissionais não poderiam lutar, estamos todos tristes, é um desfalque lamentável, mas chorar, xingar colocar a culpa em alguém não ira mudar o acontecido. o foco agora e torcer para os nossos representantes, e apoiarmos nossa equipe (atletas, técnicos, árbitros, presidência), porque ate onde sei, a alguns anos atras nem participávamos de campeonatos nacionais de boxe, e hoje graças a atual presidência, temos um brasileiro em nossa cidade.

PRA CIMA DELES MS.
 
joemerson leite em 21/07/2013 19:31:06
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions