A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

07/09/2014 11:53

Ouro na China, judoca de MS vive dia de "estrela", mas já foca em seletiva

Michel Faustino
Ouro na China atleta quer garantir vaga na seleção brasileira de judô. (Foto: Divulgação/CBJ)Ouro na China atleta quer garantir vaga na seleção brasileira de judô. (Foto: Divulgação/CBJ)
Atleta foi recebida com festa e desfilou em carro do Corpo de Bombeiros. (Foto: Priscila Peres)Atleta foi recebida com festa e desfilou em carro do Corpo de Bombeiros. (Foto: Priscila Peres)

A judoca sul-mato-grossense, Layana Colman, 17 anos, ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude realizado na cidade de Nanquim, na China, vive dias de "estrela", mas sem tirar o pé do chão. Apesar de ter tido uma recepção de gala, em seu retorno a Capital, com direito a desfile nas ruas de Campo Grande em carro do Corpo de Bombeiros e festa com os amigos, a atleta, que tem muito a comemorar, já voltou aos tatames e o objetivo agora está nas seletivas para a seleção brasileira sub-18 e sub-21 que acontecem em novembro.

Layana diz que está sendo muito "paparicada" e já sentiu nas ruas o carinho dos sul-mato-grossenses, reflexo do seu bom desempenho nos Jogos Olímpicos da Juventude, Nanquim 2014. A judoca conquistou a medalha de ouro na categoria até 52 kg, vencendo a búlgara Betina Temelkova, com 1m22s de combate. Para chegar à vitória, Layana precisou vencer outras três lutas.

"Eu estou muito feliz. Tudo foi maravilho e pude comemorar de verdade quando cheguei aqui. E estou mais feliz ainda pelo reconhecimento. tem gente me parando na rua, me reconhecendo. Uma tia minha veio de Curitiba, no Paraná, só para me receber", disse.

Apesar de estar colhendo os frutos de sua conquista, Layana afirma que não perdeu o foco. Sua meta agora é buscar um bom resultado em duas seletivas que acontecem no fim do ano. "Eu já voltei aos treinos porque preciso buscar os resultados. Minha meta é ir bem nas seletivas. Uma que garante que eu fique na seleção de base e a outra que me coloca na seleção principal, esse é o meu objetivo", disse.

Mesmo com o bom resultado nos Jogos Olímpicos da Juventude 2014 e todo o seu currículo, Layana diz que ainda não pensa nas Olimpíadas 2016, que acontece no Rio de Janeiro. Segundo ela, há ainda um longo caminho a percorrer. "A minha meta agora não é as olimpíadas de 2016, o meu foco é me aperfeiçoar ainda mais para chegar com possibilidade de medalhas em 2020", projetou.

A atleta diz que ainda não tem previsão para voltar a competir, pelo menos até as seletivas que acontecem em novembro, mas afirma que não fará "corpo mole" em busca de mais resultados. "Eu vou continuar com a preparação intensa. Muito treino, dedicação e força de vontade, todos esses ingredientes que estão me fazendo colher bons frutos e ter bons resultados", disse.

Focada, Layana projeta bons resultados nas olimpíadas 2020. (Foto: Divulgação/CBJ)Focada, Layana projeta bons resultados nas olimpíadas 2020. (Foto: Divulgação/CBJ)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions