ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 13º

Esportes

Prazo para inscrição no bolsa-atleta e bolsa-técnico vence sexta-feira

Investimento soma R$ 227.750 por mês e R$ 2,74 por ano; divisão do recurso é feito em 11 categorias

Por Nyelder Rodrigues | 11/03/2021 17:26
Primeiro da esquerda, Agnaldo é técnico de equipe que frequentemente representa MS em competições de luta olímpica (Foto: Divulgação)
Primeiro da esquerda, Agnaldo é técnico de equipe que frequentemente representa MS em competições de luta olímpica (Foto: Divulgação)

O Governo do Estado recebe até sexta-feira (12) as propostas dos interessados em receber o bolsa-atleta e bolsa-técnico referentes ao ano de 2021. O dados devem ser enviados pelo sistema online disponível no site www.ffic.ms.gov.br/bolsa/index.

Técnicos e atletas que forem se inscrever devem preencher todos os campos exigidos e anexar ainda ali os documentos obrigatórios para análisa do comitê gestor das bolsas. Também devem ser feitas entrevistas antes da divulgação dos resultados.

O desempenho e classificação dos inscritos vai compreender os dois últimos anos, valendo de 1º de janeiro de 2019 até 31 de dezembro de 2020. Ao todo, 235 atletas e 30 técnicos devem ser contemplados no programa.

Mensalmente R$ 227.750 serão pagos, somando R$ 2,74 milhões em 12 meses. Os valores das bolsas por mês variam de R$ 500 a R$ 1,5 mil e os recursos são provenientes do FIE-MS ( Fundo de Investimentos Esportivos de Mato Grosso do Sul).

Ao todo, o programa de bolsas é dividido em 11 categorias: abaixo de R$ 1 mil estão as Estudantil (100 bolsas de R$ 500), Universitário (15 de R$ 950), Nacional (50 de R$ 950), Nacional Paralímpico (20 de R$ 950) e Máster (10 de R$ 950).

Acima de R$ 1 mil, aparecem Pódio Complementar (10 de R$ 1,2 mil), Pódio Complementar Paralímpico (10 de R$ 1,2 mil), Internacional (10 de R$ 1,2 mil), Olímpico e Paralímpico (10 de R$ 1,4 mil), Técnico I (15 de R$ 1 mil) e Técnico II (15 de R$ 1,5 mil). Dúvidas podem ser sanadas pelo número (67) 3323-7225.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário