A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

22/07/2014 11:52

Pucinelli elogia "Dunga, pessoa física", mas se mostra reticente com escolha

Marta Ferreira e Luciana Brazil

O governador André Puccinelli (PMDB) fez, em seu Facebook, várias postagens durante a Copa do Mundo mostrando sua torcida pela seleção brasileira. Hoje, ele comentou durante agenda pública, o assunto que está na boca da torcida, o retorno do ex-jogador Dunga ao comando do time brasileiro, que tenta se reerguer do fracasso na Copa, após perder de 7 a 1 para a Alemanha e de 3 a 0 para a Holanda, na sequência. Puccinelli preferiu exaltar as qualidades do capitão do tetracampeonato, mas se mostrou reticente quanto à escolha.

“O Dunga representa o espírito lutador, com garra, pertinácia. Apesar de não ser altamente técnico, compensava o fato de não ser um craque, com garra”, afirmou o governador. “Ele representa isso só”, definiu Puccinelli. “Eu não sei se foi a melhor escolha”.

Sobre a cobrança, de boa parte da torcida, por um técnico estrangeiro, Puccinelli disse que é contra a ideia. “Não precisamos importar gringo para nos ensinar futebol”.

Faltou coletividade - O governador, torcedor do Santos e do Paraná Futebol Clube, deu, ainda, sua opinião sobre a situação do futebol brasileiro atualmente.

Para ele, falta espírito coletivo, diante da falta de craques da altura de um Pelé, citado algumas vezes por ele. “Precisamos mais espírito coletivo, mais garra, vontade de vestir a camisa amarelinha”, afirmou. “Não se tem mais Pelés, portanto o coletivo deve predominar”, opinou.

Além disso, para o governador, faltou pernas aos jogadores brasileiros que disputaram a Copa do Mundo. “Vocês viram que a Alemanha correu mais de cem quilômetros por partida. Os nossos atletas não tiveram tanto folego assim”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions