A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/01/2015 10:07

Sem dinheiro, dirigente do Comercial descarta “up grade” ao futebol de MS

Paulo Nonato de Souza

A reclamação dos treinadores dos dois times representantes de Mato Grosso do Sul na Copa São Paulo de Futebol Junior de 2015, Ney Magalhães, do Guaicurus, e Wilson Carrasco, do Comercial, de que os garotos das categorias de base carecem de sequência de jogos com equipes de alto nível, é um problema comum também no futebol profissional.

O nível do futebol em Mato Grosso do Sul é fraco e não há intercâmbio ao longo do ano com os centros mais desenvolvidos como São Paulo, Rio, Minas ou Rio Grande do Sul.

Assim, da mesma forma que os times da base do futebol sul-mato-grossense chegam praticamente sem chances em competições como a Copa São Paulo, os clubes profissionais do Estado também já entram sob o estigma da derrota em campeonatos como a Copa do Brasil. Se tiver pela frente algum time da Série A ou Série B do Brasileiro as chances são ainda menores.

“Sofremos da falta de estrutura financeira. Para levar um time da base ou o profissional para treinar ou jogar torneios em São Paulo, por exemplo, o clube gastaria em torno de R$ 20 mil ou mais por uma semana, entre viagem, hospedagem e alimentação para uma delegação de 25 pessoas”, disse o vice-presidente e diretor de marketing do Comercial de Campo Grande, Marcelo Rodrigues.

Falta de jogos de alto nível derruba times de MS na Copinha, apontam técnicos
Os times de Mato Grosso do Sul na Copa São Paulo de Futebol Junior, a Copinha, carecem de algo fundamental para um bom desempenho na competição que r...
Flamengo sai na frente, mas vê empate argentino e Independiente campeão
O Flamengo empatou com os argentinos do Independiente em 1 a 1 na final da Copa Sul-Americana, disputada na noite desta quarta-feira (14) no estádio ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions