A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/07/2011 17:00

Uruguai conquista a hegemonia da Copa América

Paulo Fernandes

Paraguai continua na fila; há 32 anos time não vence a competição

Torcedora lamenta oportunidade perdida pelo Paraguai (Foto: Simão Nogueira)Torcedora lamenta oportunidade perdida pelo Paraguai (Foto: Simão Nogueira)

O Uruguai venceu o Paraguai por 3 a 0, neste domingo, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires, e conquistou o 15º título da Copa América, superando a anfitriã Argentina, que tem 14, e conseguindo a hegemonia na competição continental.

A festa uruguaia na Argentina foi feita com dois gols de Furlán e um de Luis Suáres.

Aos 11min do primeiro tempo, Forlán lançou Suárez na área, que cortou o marcador e chutou de canhota. A bola bateu na trave antes de entrar.

Ainda na etapa inicial, os 41min, Arévalo roubou a bola de Ortigoza na intermediária e passou para Forlán bater de canhota e marcar seu primeiro gol na Copa América.

No finalzinho do jogo, Forlán ainda ampliou em um contra-ataque.

A vitória foi feita diante da torcida, que compareceu em peso, ocupando 75% do estádio Monumental.

Em Campo Grande, centenas de torcedores do Paraguai acompanharam o desfecho da Copa América na Associação Paraguaia.

O Paraguai não conquista há Copa América há 32 anos. A última vez foi em 1979, quando a geração de Romerito derrotou o Chile na final.

Torcida- Com bandeiras, camisas da seleção, bombas de tereré e vários adereços, 200 torcedores do Paraguai acompanharam a final da Copa América, nesta tarde, na sede da Associação, em Campo Grande.

Apesar de a imprensa esportiva considerar o Uruguai favorito ao título, paraguaios, descendentes e brasileiros ainda estavam confiantes no time que eliminou o Brasil.

Para eles, o grande trunfo da seleção paraguaia sempre foi a raça. “No tempo normal vamos fazer 2 a 1”, arriscava o vice-presidente da Associação antes do início da partida.

Colaborador da Colônia Paraguaia, o locutor esportivo brasileiro Agnaldo Cardoso, que é descendente de paraguaios, considera o time Uruguai mais forte, mas acreditava que o Paraguai com raça poderia levar o jogo para os pênaltis.

O Paraguai chegou a final sem vencer nenhuma partida, com o goleiro como a grande estrela do time.

Mato Grosso do Sul tem forte ligação com o Paraguai pela proximidade com aquele país. A influência do Paraguai está muito presente principalmente na música e na culinária sul-mato-grossense



Que a colonia Paraguaia não fique triste, tenha orgulho de seu time pois este paraguaios jogaram com amor pelo seu Pais e são vice CAMPE ÕES EQUANTO O BRASIL DO MANO não teve competencia para tanto parabens paraguaios
 
celso oliveira em 25/07/2011 09:57:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions