A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Outubro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


01/02/2016 06:00

Bernal diz que culpa dos buracos é dos ex-prefeitos

Priscilla Peres

Primeira etapa - Já tem data para acontecer a primeira edição da Caravana da Saúde de 2016. Entre os dias 15 e 20 de fevereiro será realizado o mutirão da saúde para atender os moradores de Jardim e região.

Correria - Com o lema "Aonde a Caravana passa a saúde fica", os preparativos para o evento estão a todo o vapor. Profissionais da saúde dos municípios de Jardim, Guia Lopes Bonito, Caracol Bela Vista e Porto Murtinho estão fazendo reuniões semanais para acertar os detalhes do atendimento.

Para briga - Diferente dos outros nove prefeitos na mesma situação, Erney Barbosa (PT) de Jardim, decidiu "peitar" o Ministério Público, que recomendou na semana passada que ele não gastasse com Carnaval. Há uma semana da festa e com a programação fechada ele afirma que o dinheiro investido será recuperado, em dobro, na arrecadação.

Justiça - Porém, a promotoria de Jardim encaminhou a recomendação para a Justiça que expediu uma decisão alegando que a prefeitura está em débito com várias áreas e que, se decidir manter o Carnaval terá de arcar com multa de R$ 100 mil por dia.

Mudança - Pelo jeito, o Ministério Público não está para brincadeira este ano. A manifestação contra os carnavais começou nas cidades que tinham sito atingidas pelas chuvas, mas expandiu para os prefeitos que estão com dívidas ou situação crítica em áreas prioritárias, como saúde e educação.

Trabalho - Ao se despedir dos 15 dias a frente da administração estadual, a vice-governadora Rose Modesto (PSDB) disse que teve muito trabalho, mas que ela está acostumada. Para ela, os dias foram proveitosos e que ao passar o bastão para Reinaldo Azambuja (PSDB), a "casa continua arrumada".

Satisfeita - Rose ressaltou que apesar do pouco tempo como governadora, ela conseguiu fazer ações importantes, como o atendimento as famílias e municípios atingidos pelas chuvas e a regulamentação da lei de 1% sob ICMS que será revertido para ações sociais. "Feliz em fazer parte do processo de crescimento do Estado".

Sugestão - Ao verem que o prefeito Alcides Bernal (PP) participava de um evento na escola municipal Nerone Maiolino, no sábado, algumas pessoas abordaram a reportagem do Campo Grande News para sugerir que o prefeito abra uma auto-escola. Isso, porque recentemente ele orientou os condutores sobre como dirigir com os buracos.

Disse ou não - A suposta declaração de Bernal de que a culpa dos motoristas terem prejuízos com os buracos eram deles próprios pegou mal. No mesmo evento, no sábado, ele fez questão de dizer que ele foi mau interpretado.

Culpa dos outros - "A culpa não é dos motoristas e, sim, dos antigos gestores que fizeram um asfalto de má qualidade", disse o prefeito, tirando de si a culpa da cidade estar cheia de buracos. E ressaltou na linha da perseguição. "Estão tentando atribuir a mim coisas que eu não disse".

(Colaborou Michel Faustino)

Crise da JBS rouba atenção de Temer
Foco na JBS - No Governo do Estado, a vinda do presidente Temer a Mato Grosso não teve a mobilização típica de visitas anteriores de presidentes. Na ...
Temer oscilou sobre decisão de vir para agenda em MS
Às pressas – A vinda do presidente Michel Temer para Mato Grosso do Sul neste sábado foi confirmada em cima da hora. A coluna apurou que tudo indicav...
Detran de MS avalia adesão a parcelar multa no cartão
Ainda não sabemos – O Detran de Mato Grosso do Sul avalia se vai fazer convênios que permitam parcelamento de multas no cartão de crédito. A autoriza...
Delcídio foi "fantasma" em sessão que manteve Aécio
Lembrado – O ex-senador e ex-petista Delcídio do Amaral está longe do Senado desde maio de 2016, quando foi cassado, mas nesta terça-feira foi bastan...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions