ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 21º

Jogo Aberto

Câmara desinfeta tudo para voltar ao trabalho dia 18

Por Tainá Jara | 15/02/2021 06:00
Sessão na Cãmara em 2020, logo depois do início da pandemia. (Foto: Arquivo)
Sessão na Cãmara em 2020, logo depois do início da pandemia. (Foto: Arquivo)

Retorno seguro - Mesmo com as sessões previstas de forma remota, a partir da próxima quinta-feira (18), a Câmara de Vereadores providenciou higienização do prédio para depois do Carnaval. A sanitização de todos os ambientes da Casa ocorreu na tarde desta sexta-feira, de 16h às 18h.

Remota - Por conta da pandemia do coronavírus, as sessões seguem de maneira remota, às 9 horas, toda as terças e quintas-feiras, e podem ser acompanhadas por meio do Facebook e no Youtube da Casa de Leis. A primeira sessão no entanto, deve ser presencial, deve contar com a presença do prefeito, Marquinhos Trad, levando algumas metas da gestão para 2021.

Em nome de Reinaldo - O secretário de Governo, Eduardo Riedel, será o representante oficial do governador no dia de abertura dos trabalhos na Câmara. Isso significa que até quinta-feira ele continua no posto. A mudança de secretaria pode ocorrer na sexta, quando está planejado o lançamento de obras.

Comissões - Durante a sessão, o presidente da Câmara, Carlos Augusto Borges, Carlão, facultará a palavra ao representante de cada bancada para pronunciamento. No mesmo dia, serão definidos os líderes das bancadas, conforme consta no rito estabelecido no Regimento Interno da Casa de Leis.

Verde - No mês que vem a prefeitura começa as obras na Rua Rui Barbosa, dentro do Reviva Mais Campo Grande. Da altura da UFMS até a avenida Rachid Neder, a ideia é plantar 500 árvores, para levar para o centro um pouco do verde que hoje está nos bairros e parques.

Aniversário PT - O Partido dos Trabalhadores completou 41 anos na última quarta-feira (10). A lembrança da data foi destaque nas palavras do deputado José Almi (PT), o Cabo Almi.  “Se não fosse o golpe, teríamos ficado 16 anos no comando da nação brasileira e creio que os mais necessitados estão sabendo a diferença desse governo e do nosso governo.”

Ajudinha - Mato Grosso do Sul e Campo Grande ainda não entraram nessa onda, mas governadores e prefeitos do País resolveram criar por conta própria programas porque cansaram de esperar um substituto ao auxílio emergencial.  Salvador, Manaus, Cuiabá e São Paulo, instituíram ajuda financeira. Pará tem o maior valor. Belém pagará R$ 450 a 9 mil famílias.

Vazamento - Os sul-mato-grossenses se livraram de mais uma vazamento de dados.  Após 223 milhões de CPFs, 40 milhões de CNPJs e 104 milhões de registros de veículos vazarem, agora os números de meio milhão de celulares corporativos circulam na internet. Felizmente, MS não entrou na relação dos 5 estados onde esses telefones funcionais estão.

Frango para chineses - Na tentativa de aumentar as exportações, a Aurora, 3ª maior processadora de carne do Brasil busca novas licenças de exportação da China por 3 unidades, o que inclui a produção de fábrica de suínos em Mato Grosso do Sul

Em alta - A expectativa é boa para quem ganha dinheiro graças ao financiamento imobiliário. A previsão é que, depois de recordem em 2020, a movimentação continue crescendo, independente da recuperação da economia e alta nos juros. A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança projeta alta de 27% na concessão de crédito para a casa própria este ano.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário