A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


28/03/2015 07:00

Candidato de outra cidade? Aqui não

.

Bairrismo- Alguns vereadores de Campo Grande avisam que vão formar resistência contra candidaturas a prefeito que não morem em Campo Grande ou que sejam provenientes de outras cidades. Edil Albuquerque (PMDB) acha que a cidade está “vivendo uma invasão de candidatos a prefeito”.

Gente boa - Loester Nunes (PMDB) questiona: “Que invasão é essa, temos que importar gente do interior para ser candidato? Dá impressão de que não temos nomes em Campo Grande. Não é hora de trazer experiência de interior, vão encontrar resistência, Campo Grande tem gente boa”.

Sob alerta - De Thais Helena (PT) ele ganhou reforço no coro. “Creio que não é necessário importar lideranças. O que precisamos é o despertar maior para o debate político e assim eleger figuras mais representativas, com uma visão de futuro para a Capital”.

Deus nos acuda - A juventude de Campo Grande está ganhando a fama de briguenta. Depois da noite de tumulto na região da Universidade Federal, na semana passada, com rua fechada por estudantes em bares, na quinta foi noite de pancadaria na Wood’s.

Fora daqui - A ignorância, que por pouco não provocou uma tragédia na casa noturna, revoltou clientes, mas também empresários que novamente usaram esse tipo de baderna como justificativas sobre porque poucos investem na vida noturna da Capital.

Bem de vida - O mais triste nas redes sociais foi ver gente dizendo que a briga só ocorreu porque a boate baixou o preço do ingresso e o “povão” apareceu por lá. Vale dizer que isso não existe. O preço continua o mesmo desde a inauguração e os arruaceiros são pessoas que conseguem pagar de R$ 40 a R$ 1.6 mil para entrar na pista ou comprar camarote.

Suando a camisa - O Batalhão de Choque da PM tem trabalhado como nunca na noite da cidade, mas desta vez foi pego quase que no laço para conter o tumulto na casa sertaneja. A viatura passava pela Afonso Pena quando pessoas desesperadas pediram a intervenção na polícia na boate.

Um cargo – A disputa já começou pelo cargo de responsável pela Governadoria Regional de Dourados. Mas o governador Reinaldo Azambuja afirmou que ainda está discutindo com sua equipe o nome que vai coordenar o projeto por lá.

Eleito? - Questionado sobre o ex-deputado estadual Valdenir Machado, Reinaldo afirmou que se trata de um ótimo nome, mas desconversou sobre a indicação. Valdenir é o favorito dentro do governo.

2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...
Secretário torce e comemora venda da folha
Torcida - Parecia um jogo valendo título a forma como o secretário de Finanças e Planejamento de Campo Grande, Pedro Pedrossian Neto, acompanhava a a...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions