A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Junho de 2019


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


24/05/2019 06:00

Convocação para protesto gera bate-boca na Câmara

Leonardo Rocha e Fernanda Palheta

Convite de última hora - A poucos minutos do fim da sessão ordinária da Câmara Municipal de Campo Grandes desta quinta-feira (23), os vereadores William Maksoud (PMN), Epaminondas Vicente Silva Neto (Solidariedade) e Carlos Augusto Borges (PSB) pediram a palavra para convidar a população da Capital para a manifestação de apoio ao presidente, Jair Bolsonaro (PSL), neste domingo (26). O convite de última hora atrasou o fim da sessão e causou bate-boca na Casa.

“Absurdo” - O vereador Ayrton Araújo (PT) pediu a palavra e classificou como absurda a atitude dos colegas. “É um absurdo vereadores convidarem a população no plenário, sendo que o governo de Bolsonaro está destruindo o País”, disse. Após criticar a atitude dos colegas, o petista deixou o plenário. A crítica feita pelo petista ainda rendeu a “treplica” dos vereadores apoiadores de Bolsonaro. Que pediram a palavra para rebater. “Típico do PT, reclamar e ir embora”, reclamaram.

Maratona Bolsonaro - Já o deputado Carlos Alberto David (PSL) programa uma maratona para o próximo domingo. Garante que vai passar por, pelo menos, quatro cidades do interior no final de semana, onde foi convidado para os atos em favor do presidente Jair Bolsonaro. Mas ele afirma que não estará a frente de nenhum ato. "Evento tem que ser das pessoas e não de políticos".

Coaf - Durante sessão de quinta-feira, os deputados também comentaram sobre a situação do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras), que saiu das mãos do ministro da Justiça Sérgio Moro. As opiniões divergem. Alguns disseram que era simbólico deixar com o ex-juiz, já outros entendem que trata-se de um assunto técnico da economia.

 

Militância veloz – Pouco depois de a mudança de endereço do Coaf ser aprovada na Câmara Federal, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro já divulgavam nas redes sociais os nomes dos deputados do Estado que apoiaram a saída do órgão das mãos do ministro Sérgio Moro (Justiça) –os tucanos Bia Cavassa e Beto Pereira e o petista Vander Loubet apoiaram a medida.

Requisitados - O deputado Zé Teixeira (DEM) aguarda uma reunião com os ministros Luiz Henrique Mandetta e Tereza Cristina para discutirem o futuro do DEM no Estado. "Tem várias lideranças e até prefeitos querendo vir para nosso partido, mas temos que sentar e conversar", ponderou.

Líder solto - O deputado José Almi Pereira Moura (PT) reconheceu que a possibilidade do ex-presidente Lula deixar a prisão em setembro anima o Partido para mobilizar a militância para as eleições de 2020. "O partido muda com seu líder a frente das ações".

Vai mal - A Intenção de Consumo das Famílias caiu 1,7% em maio deste ano, segundo dados divulgados pela CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo). Um dos indicativos que fez o número cair é sobre a perspectiva profissional, de -3%. 

Mudança de rota – Depois de alegar ameaça à própria vida no Estabelecimento Penal de Ponta Porã, Wellington José Carvalho de Almeida, fiscal da Prefeitura de Dourados que se passava por policial federal para receber propinas de cigarreiros, desistiu da transferência para o Centro de Triagem Anizio Lima, na Capital. Foi para a Penitenciária Estadual de Dourados.

Oficialmente réu – Wellington, preso na Operação Nepsis, pediu à Justiça para continuar em Dourados, abrindo mão da vinda para Campo Grande. Os dois pedidos foram deferidos, bem como a aceitação da denúncia contra ele pela 2ª Vara Federal em Ponta Porã, apresentada pelo Ministério Público Federal. O falso PF, agora, terá de arrolar até oito testemunhas.

No muro, só tem caco de vidro ou gato malandro
No muro - Criticando os governadores que não se posicionaram sobre a inclusão dos estados e municípios na reforma da Previdência, que tramita no Cong...
Advogado da Lama Asfáltica vai longe
Expansão – Com atuação em operações como Lama Asfáltica e Coffee Break , que investiga políticos, o advogado constitucionalista André Borges expandiu...
Após tereré em disputa mundial, chipa no holofote
Fama internacional – Dia desses, a Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) aceitou a candidatura do tereré para...
Faísca vira foguetório com Moro no alvo da Assembleia
Faísca - Todo deslize da esquerda ou da direita acaba virando debate quente na Assembleia Legislativa, ontem, o que rendeu bate-boca foi a troca de m...


Essa história de manifestação pró Bolsonaro é uma bizarrice.
Quem tem que fazer manifestação é a oposição.
Governo tem que governar.
Será que vão comemorar o preço da gasolina e a alta do dólar?

 
Critico em 24/05/2019 08:08:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions