A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


03/06/2017 07:00

Deputados se explicam sobre ausência em sessão na quinta

Waldemar Gonçalves

Compromissos fora – Depois da última sessão da semana na Assembleia Legislativa, quinta-feira (1), terminar sem votação de projetos por falta de quórum, nove deputados apresentaram justificativas. A maioria alegou compromissos externos e ligados à atividade política.

Não deu para ir – Foram os casos de Eduardo Rocha (PMDB), Marcio Fernandes (PMDB) e Zé Teixeira (DEM), por exemplo. Estavam em agendas fora do parlamento, disseram.

Na aldeia – Assim como Pedro Kemp (PT), que informou ter visitado aldeias em Dois Irmãos do Buriti. João Grandão (PT) disse que havia participado de um congresso partidário.

Entregando viatura – Felipe Orro (PSDB) informou que não foi à sessão porque participava da entrega de viaturas em Aquidauana. Lídio Lopes (PEN) viajou à reunião no cone sul do Estado. Grazielle Machado (PR) disse que esteve ausente por questão de saúde.

Assim não dá – Na quinta-feira, um dos parlamentares que demonstrou incômodo com a ausência dos colegas foi Cabo Almi (PT). "Não dá para moralizar a política deste jeito, tem que estar na hora da votação".

Com Fachin – O presidente da Assembleia Legislativa, o deputado estadual Junior Mochi (PMDB), tenta agendar uma reunião com o ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), para a comissão especial do parlamento que analisa as delações dos donos da JBS. "Ainda vou decidir se vou junto, acompanhar o grupo. Depende do dia".

Viajando – O presidente da comissão, Paulo Corrêa, já havia dito que vai até Brasília (DF) buscar uma cópia da documentação. Se a viagem for só para isso, alguém precisa avisá-lo que o conteúdo completo das delações foi disponibilizado pelo próprio STF na internet.

Economia na impressão – “Desde o primeiro dia de gestão revisamos e renegociamos dívidas e contratos. Só com os serviços de impressão vamos economizar mais de 1,2 milhão ao ano. O custo com a máquina administrativa precisa ser ajustado”. Recado do prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD).

Momentos de dificuldades – O deputado estadual Beto Pereira (PSDB) saiu em defesa do governo estadual, em sessão nesta semana, quando a bancada do PT questionou a falta de reajuste salarial aos servidores. "Vivemos momentos de dificuldades na economia e, apesar disto, o governo sempre pagou em dia, diferente de outros estados", relembra o tucano.

Aldo Rebelo – O ex-deputado federal Aldo Rebelo (PC do B) vem a Campo Grande na próxima segunda-feira (5), quando deve ministrar palestra sobre os cinco anos do Código Florestal. Ele foi relator do projeto na Câmara dos Deputados, em 2011. Será atração principal de evento promovido pela Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) em alusão ao Dia do Meio Ambiente.

(com Leonardo Rocha e Lucas Junot)

Campanha tucana atrai 75% dos prefeitos
Apoio – Enquanto o MDB, antigo aliado histórico do PSDB, patinou para fechar sua candidatura do governo do Estado, os tucanos contabilizam adesões. N...
Dois anos após "febre", Uber perde motoristas
Debandada – Quase dois anos depois de chegar a Campo Grande, e depois de muita polêmica, a plataforma de transporte por aplicativo mais conhecida, a ...
Cristhiano Luna é o nosso Lula
Livre - Um dos crimes de maior repercussão em Campo Grande teve novo capítulo na semana passada. O STF concedeu liminar e soltou Cristhiano Luna, ass...
Marquinhos sugere paciência com rotatória
Comparações – O prefeito Marquinhos Trad (PSD) comparou o período de adaptação de motoristas aos semáforos na rotatória da Gury Marques com Interlago...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions