A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


18/12/2017 06:00

Já tem gente curtindo a folga de fim de ano

Ângela Kempfer

Fim de expediente - Enquanto o recesso parlamentar terá início no próximo fim de semana, quando algumas prefeituras também suspendem as atividades para gerar alguma economia, outros órgãos já praticamente fecharam o expediente de 2017. O Colégio de Procuradores do Ministério Público de Mato Grosso do Sul e o Tribunal de Contas do Estado estão entre eles.

Pauta final - Embora o MPE/MS ainda esteja trabalhando, seus procuradores não têm mais reuniões ordinárias para este ano. A última foi realizada no dia 14 de dezembro, ocasião em que eles receberam as novas carteiras funcionais e trocaram elogios referentes ao encerramento das atividades, enquanto aprovavam o calendário de atividades para o ano que vem.

Para depois - Já o TCE realizou em 13 de dezembro a última sessão do seu Tribunal Pleno, analisando 68 processos, dos quais julgou 43 regulares. Agora, o retorno à pauta de processos dos municípios fica para o ano que vem – o mesmo deve envolver a conclusão da auditoria sobre o MSPrev, anunciada na sexta-feira pelo presidente da Corte de Contas, conselheiro Waldir Neves.

Bens de quem? - Falando no espírito de 2018, ele já está na pauta do Ministério Público Eleitoral. Diante de notícias de abuso de poder econômico em Ribas do Rio Pardo, foi aberto procedimento preparatório eleitoral para se investigar doações eleitorais realizadas, envolvendo bens móveis que não pertenceriam de fato aos doadores.

Lista - Como “bem móvel”, a Justiça Eleitoral interpreta patrimônios doados ou cedidos para candidatos utilizarem durante sua campanha – como imóveis, veículos e computadores, entre outros. Em Ribas, quatro automóveis entraram na mira da Promotoria de Justiça Eleitoral, que inclusive já arrolou um grupo de pessoas para prestarem esclarecimentos.

Para já - Enquanto os campo-grandenses vão aguardar até 2019 pelo fim da tarifa mínima de água – que será reduzida a cinco metros cúbicos por mês no ano que vem –, a modalidade de cobrança pode acabar já em Corumbá. Isso se projeto de lei do vereador Yussef Salla (PDT) foi assumido pelo prefeito e correligionário Marcelo Iunes.

Pinga-pinga - Salla apresentou argumentos semelhantes aos sustentados na Capital para acabar com a tarifa mínima: a de que muito corumbaenses pagam pelo uso de até dez metros cúbicos ao mês, mas o consumo real mal chega a cinco metros cúbicos. A isso, soma-se 70% do valor, relativo à tarifa de esgoto. Se o projeto for sancionado, vai se pagar por aquilo que for consumido.

Faixa preta - O deputado Márcio Fernandes (PMDB) foi graduado no 3º Dan como judoca faixa preta. A solenidade no sábado passado teve a presença de Silvio Acácio Borges, presidente da CBJ (Confederação de Judô do Brasil), que veio a Campo Grande para a graduação de atletas, em solenidade na Câmara Municipal.

Descanso merecido - Finalmente a estátua de Manoel de Barros será inaugurada no cruzamento da avenida Afonso Pena, quase no cruzamento com a Rui Barbosa. A solenidade será amanhã, data em que o poeta completaria 101 anos. Nessas andanças da homenagem pela cidade, até guincho quebrou levanto a obra de 400 toneladas, danificando um pouquinho o sofá de Manoel.

Revisitado - No mesmo dia, será lançado o livro ‘101 Reinvenções para Manoel – Um estudo sobre a influência da linguagem do poeta Manoel de Barros sobre a criação literária em MS", com diferentes releituras e pontos de vistas de autores, organizadas por Fábio Gondim e Ana Maria Bernardelli.

*Com colaboração de Humberto Marques

Os presos da Lama Asfáltica em números
1 mês – Nesta segunda-feira (19), o ex-governador André Puccinelli (MDB), o filho dele André Puccinelli Júnior e o advogado João Paulo Calves complet...
Rotatória da Coca-Cola e a falta de educação
Boca-suja– O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Janine de Lima Bruno, contou nesta semana que mudanças na confluência ent...
MDB teve divisões sobre Mochi candidato
Opinião – O deputado Eduardo Rocha (MDB) admite que a escolha de Junior Mochi para candidato na legenda não teve consenso desde o início, após a desi...
Senador critica "descaso" com Paraguai
Vizinho desprestigiado – O ministro Carlos Marun, da Secretaria de Governo, e o senador Pedro Chaves (PRB/MS) foram os dois únicos representantes de ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions