A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


13/09/2012 06:00

Jeitinho eleitoral

Jogo Aberto

Volta na lei

Pois tem candidato, em Campo Grande que já aprendeu como burlar a proibição de servir bebida e comida em reuniões políticas. A estratégia é: chegar, dar a mensagem política, pedir o voto, é claro, e sair. Depois que o candidato vai embora, as bebidas e comidas entram em cena.

Agenda cheia

Churrasco está entre os preferidos para servir aos eleitores. Tanto que um assador de carnes profissional testemunhou à coluna que, em meio à campanha, não tem vaga para eventos.

Pense bem

Contra a venda de votos nas eleições municipais, Ministério Público Federal e Fiems estão encabeçando uma campanha pelo voto consciente. Com o slogan “Voto não tem preço, tem consequência”, eles querem conscientizar a população a não aceitar dinheiro ou qualquer outro tipo de benefício em troco do voto.

Quando

O lançamento da campanha, que ainda não tem local definido, deve acontecer no dia 24 de outubro às 10h.

Apoio

O pugilista e deputado federal Acelino Popó Freitas participou esta semana de agenda de campanha em Campo Grande, da candidata Juliana Zorzo. Popó gravou programa pedindo voto para o deputado federal Edson Giroto (PMDB).

Todos os lugares

Seguindo a tônica de campanha em que as mídias sociais pegaram de vez, o video deve ser exibido no horário eleitoral, mas também pode ser conferido no Facebook de Giroto.

Radical

O deputado estadual Zé Teixeira surpreendeu na Assembleia, esta semana, pelo posicionamento em relação aos leitos ocupados por motociclistas vítimas de acidentes em hospitais.

Devia pagar

Para ele, quem anda de moto a "150 km por hora" e se acidenta, não poderia ocupar leitos públicos e "sim pagar do próprio bolso".

Amor

Durante comício de Edson Giroto, o governador falou de Campo Grande em tom emocionado. Disse que deve tudo à cidade que governou por duas vezes e avisou: “ Não vou admitir que fale mal da nossa cidade, da nossa Morena”, desabafou.

Lembrança

No mesmo discurso, Puccinelli recordou que, durante os 8 anos em que administrou Campo Grande, chegou a ser avaliado como o melhor prefeito das capitais no País.

Reinaldo apoia crescimento dos evangélicos
Decisão divina - Palestrante principal do Fórum Evangélico realizado nesta segunda-feira em Campo Grande, a cantora e pastora Damares Alves disse que...
2018 será ano mais curto para o Legislativo
Três meses – Carnaval, Semana Santa, campanhas eleitorais, Copa... Tudo isso encurta 2018 para os trabalhos legislativos. A observação é de Fábio Tra...
Máfia do Cigarro passa quase livre nas estradas
Esquema antigo - A atuação da Máfia do Cigarro em Mato Grosso do Sul vem de décadas e, de tempos em tempos, surge uma nova denúncia envolvendo polici...
MS também tem "bunker" cheio de dinheiro
Versão tupiniquim - O “bunker”de Geddel Vieira, que escondeu R$ 51 milhões de propina, tem versão pantaneira. Paredes de apartamento de um político e...


Muito bom a sugestão de quem causa acidente "a 150 por hora" paga o proprio tratamento.
Bem que poderia mudar para: "quem intencionalmente fez infração de transito que paga". Pois a maioria dos acidentes (de moto) é por furar sinal fechado e andar bêbado e bater em obstaculo parado (caminhão, caçamba, ...)
 
Marcos da Silva em 13/09/2012 10:59:03
vou deixar um recadinho pro dep. estadual zé teixeira espero que o campo grande news publique dep. o senhor diz isso porque não anda de moto mas garanto que o sr. ja precisou de serviços de moto entrega,quem pensa assim é porque não conhece a realidade do transito primeiro que as motos na maioria são de 125 e 150 cilindradas e não atinge 150 km ainda bem que só o sr. pensa assim.
 
jose roberto em 13/09/2012 10:56:51
Vale ressaltar que o voto é secreto. Ou seja: mesmo vendido seu voto, pode votar em quem bem quiser (e pensa bem em quem votar, antes, pois tem consequencias!)
Como compra de voto é proibido (então quem faz é trambiqueiro) qualquer um pode vender o voto a TODOS os candidatos. Mas tenta NÃO votar em quem tentou comprar primeiro... Assim, logo a tatica vai ficar caro demais para ser praticado...
 
Marcos da Silva em 13/09/2012 10:56:00
Muito estranho a campanha da FIEMS, "Voto não tem preço, tem consequência” pois a data de lançamento é dia 24 de outubro e as eleições é dia 07 de Outubro, tão meio atrasadinhos né?
 
MARCIO ANTONIO DA SIVA em 13/09/2012 08:50:26
O "motoqueiro", pois motociclista é outra coisa, é o câncer de nossas ruas.
Não respeitam uma lei de transito, não nem mesmo, capazes de andar no meio da via, eles teimam que ficar se esgueirando pelos cantos impedindo que os motoristas os vejam e depois reclama da "fechada".
 
Pedro Alcantara Machado em 13/09/2012 02:44:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions