ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEGUNDA  23    CAMPO GRANDE 33º

Jogo Aberto

Ministro da Educação erra geografia de MS em portaria

Por Leonardo Rocha e Marta Ferreira | 12/11/2019 06:00
Portaria assinada pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, erra localização de cidade. (Foto: O Globo)
Portaria assinada pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, erra localização de cidade. (Foto: O Globo)

Geografia nota 0 - O ministro da Educação, Abraham Weintraub, deixou passar uma confusão geográfica pouco comum e assinou portaria que aponta a cidade de Sinop como parte de Mato Grosso do Sul. Publicado ontem, o ato serviu apenas para chancelar o funcionamento de faculdade no município.

Bem longe - Ao contrário do que diz a portaria, Sinop fica em Mato Grosso, a 480 quilômetros da capital Cuiabá. A distância até Sonora, extremo norte de Mato Grosso do Sul, também é longa, de aproximadamente 850 quilômetros.

Serviços gerais - Réu por fazer parte de grupo de extermínio que, segundo a denúncia do Gaeco, é chefiado pelos empresários Jamil Name, 80 anos, e Jamil Name Filho, 42 ano, o guarda civil municipal de Campo Grande Rafael Peixoto, 36 anos, foi quem recebeu, no dia 18 de julho, intimação para "Jamilzinho" prestar depoimento à Polícia Civil. O papel foi entregue na casa da família, em condomínio de luxo no Jardim Bela Vista, em horário comercial.

O que era - "Jamilzinho" estava sendo convocado para depoimento, dado em 22 de julho, na Garras (Delegacia Especializada Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assalto e Sequestro). O compromisso fazia parte do inquérito que apurou ameaças a testemunha da investigação sobre arsenal apreendido em maio deste ano, e atribuído à organização criminosa.

Expediente - Em peça acusatória apresentada à Justiça, e já acatada, o Gaeco diz "causar espécie" o fato de Rafael ter recebido o documento pessoalmente, comprovando a prestação de serviços para a família Name. No dia 27 de setembro, ele foi preso, durante a Operação Omertà e é alvo de três processos criminais, entre eles por obstrução de justiça.

Bolada - A 14ª Semana Nacional de Conciliação serviu para fechar mais de R$ 6,6 milhões em acordos, homologados depois de 2.858 audiências realizadas em 5 dias pela Justiça em Mato Grosso do Sul.

Homenagem - Os deputados continuam hoje com a festa dos 40 anos da Assembleia Legislativa. Desta vez, a solenidade será em homenagem aos parlamentares que estiveram na Casa de Leis da 1° até a 11° legislatura. O evento está marcado para esta terça-feira (12), a partir das 19h, no plenário do Legislativo.

Mais verba - Aproveitando reunião da Frente Parlamentar nesta terça-feira (12), a partir das 14h, os deputados vão requisitar ao Ministério da Saúde, mais recursos para investir em estudos e projetos de combate à dengue. Entre eles, está o de acompanhamento de mães, diagnosticadas com zika vírus durante a gravidez, e de seus filhos.

Cajueiro contra dengue - Mas um em projeto em especial chama atenção. Os deputados, querem verba para incentivar a produção de detergente que elimina larvas do mosquito Aedes aegypt, feito a partir da tostagem da castanha de caju.

Redundante – Mais uma pesquisa aponta a alta carga tributária no Brasil como principal entrave para a evolução de pequenos e médios negócio. Em levantamento realizado pelo Centro de Estudos em Negócios, com apoio do banco Santander, impostos foram citados como o maior barreira por 47,7% dos empresários. Taxa de juros apareceu em segundo lugar, com 20,6%, seguida por inadimplência (14,9%), encargos trabalhistas (14,2%) e taxa de câmbio (2,6%).

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário