ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  08    CAMPO GRANDE 20º

Jogo Aberto

No Bioparque Pantanal, jabutis ganham espetinhos

Por Anahi Zurutuza, Jéssic a Benitez e Gabriela Couto | 28/07/2022 06:00
Jabuti arrancando comendo frutas em espetinho (Foto: Bioparque Pantanal)
Jabuti arrancando comendo frutas em espetinho (Foto: Bioparque Pantanal)

Você sabia? – No Bioparque Pantanal, o dia a dia nem sempre é de “sombra e água fresca”. Peixes têm de “lutar” pela comida. Essa forma de alimentá-los, com itens congelados dentro de uma bola de acrílico toda furadinha, é chamada enriquecimento ambiental. É uma maneira de simular as dificuldades que esses animais teriam na natureza, para manter o bem-estar nos tanques. No fim de semana, jabutis ganharam frutas e legumes em um espetinho e também precisaram gastar suas habilidades para arrancar os pedaços e só então, saborear as delícias.

Apoio – Apesar de não “fazer campanha” pelo voto dos sul-mato-grossenses em Simone Tebet (MDB), candidata à presidência da República, o pré-candidato ao Governo do Estado e ex-governador, André Puccinelli, fez questão de revelar seu voto na convenção nacional do partido. Ele postou vídeo nas redes sociais dizendo que foi favorável a candidatura da correligionária, que enfrentou resistência de algumas lideranças.

Frio – No início do mês, o emedebista declarou durante evento do MDB no Estado que não iria se opor caso alguém não quisesse voltar em Simone, mas desejasse apoiá-lo. À época ele chegou a exemplificar citando o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). “Por exemplo, se você vota no Lula, eu vou te matar para que não vote no Lula? Não. Democracia é isso. Vamos sugerir (voto na Simone), mas não impondo”, disse Puccinelli na ocasião, após ser questionado sobre dar palanque exclusivo a Simone.

Convenção – O Solidariedade sul-mato-grossense realiza convenção partidária nesta quinta-feira (28) e deve oficializar apoio ao MDB, assim como em âmbito nacional. Tanto que entre os nomes ventilados para ser vice na chapa de André Puccinelli está o vereador Epaminondas Vicente, o Papy, que acompanha o emedebista em quase todas as agendas em Campo Grande.

Bancada – Companheiro de bancada, o senador Nelsinho Trad (PSD) parabenizou a senadora Simone Tebet (MDB) pela candidatura à Presidência da República. “Independente de questões partidárias ou de temas divergentes entre nós, é necessária a minha manifestação”, escreveu o ex-prefeito de Campo Grande ao postar foto junto a emedebista.

Infância – Nelsinho se recordou que conhece Simone desde que ambos eram crianças e citou a amizade do pai Nelson Trad com Ramez Tebet, pai da senadora. Ambos fazem parte da velha guarda da política sul-mato-grossense.

Confissão - O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (União Brasil), revelou que, em entrevista na manhã de quarta-feira (27), que tinha medo do Campo Grande News, desde a época em que era secretário municipal de saúde. "Minhas pernas tremiam e chegava até a ter dor de barriga quando via a ligação com identificador de chamada do Campo Grande News".

Encrenca - Dentre os motivos, estava a difícil tarefa de “apagar incêndios” dos problemas que a saúde pública apresentava em Campo Grande.  “É o site que sempre está na frente das informações, desde aquela época. Então, era sempre encrenca pra resolver e se posicionar. Me lembro da vez que a bomba de um equipamento da radiologia do HU [Hospital Universitário] travou e a notícia era que tinha vazado radiação em todo o entorno do hospital. Teve outra vez que a Santa Casa estava pegando fogo e também da epidemia de dengue”.

Personalidades - Dentre as autoridades que vão receber a Comenda de Mérito ao Ouvidor, já aprovado pelo TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), estão nomes como dos ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre Morais, José Antônio Dias Toffoli, André Luiz Mendonça e Kássio Nunes.

Pode – O Podemos de Mato Grosso do Sul teve suas contas reprovadas, segundo decidiu a Justiça Eleitoral. A direção estadual da sigla apresentou documentos após o prazo legal, segundo o TRE-MS, sem apresentar justificativa para o atraso. Como punição, o partido fica impedido de receber recursos do Fundo Partidário.

A pedido - O adjunto da SAD (Secretaria Estadual de Administração), Edio Viegas foi exonerado do cargo a pedido nesta quarta feira. No lugar dele assume a Ana Paula de Assunção. As alterações foram realizadas por decreto pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB).

Nos siga no Google Notícias