A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


02/05/2018 06:00

Passeio reflete pessimismo do trabalhador

Marta Ferreira

Esvaziado – Em meio ao clima de crise no mercado de trabalho, com o desemprego ainda em alta, o passeio ciclístico tradicional em Campo Grande foi um retrato do momento. Atraiu bem menos gente que em anos anteriores e foi pouco prestigiado por políticos.

Público menor – O público estimado pelos organizadores neste Primeiro de Maio foi de 5 mil pessoas, contra uma expectativa de 8 mil. Considerando que em edições anteriores, já houve mais de 15 mil participantes, a festa diminiu bastante

Único – No meio do passeio, organizado pelo ex-vereador Clemêncio Frutuoso Ribeiro, o ex-prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PTB), foi uma exceção. De camiseta da seleção, participou e opinou que a data oferecia, sim, motivos para comemorar.

Argumento – Indagado, Nelsinho citou que a reforma trabalhista, em vigor deste o ano passado, trouxe mais postos de trabalho. Sem dar números, citou como fonte para a afirmação o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). No Estado, o último relatório a respeito, na verdade, mostra fechamento de mais de 6 mil vagas em março, pior resultado desde 1992.

Afinada – No palco da praça do Rádio para falar ao público presente à Festa do Trabalhador, a Professora Rose (PSDB) não se intimidou: com microfone na mão, a vice-governadora puxou o coro de “Tocando em Frente”, de Almir Sater, chamou o público para cantar junto e saiu aplaudida. Na sequência, ainda participou do sorteio de prêmios.

Fechadíssimo – Presidente da Força Sindical no Estado e integrante do Diretório Regional do Solidariedade, Idelmar da Mota Moreira reiterou nesta terça-feira (1º) que o partido segue alinhado com o PSDB nas eleições deste ano em Mato Grosso do Sul. O acordo foi sacramento pelo presidente nacional do SD, Paulinho da Força, com o governador Reinaldo Azambuja.

Descanso – Para prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), o Dia do Trabalhador foi de descanso neste ano. Ele viajou durante o feriadão e tinha retorno previsto para a noite de terça-feira. Em 2017, havia participado do passeio ciclístico.

Oportunidades - Segundo eliminado deste ano da Batalha dos Confeiteiros, programa da Rede Record, o confeiteiro de Campo Grande Ineu Silva já está aproveitando a fama para lucrar. Está anunciando curso para a primeira quinzena de maio usando como um dos chamarizes a divulgação que conseguiu, apesar da saída precoce.

MS x MT – Apesar de morar, e trabalhar, em Campo Grande, no programa Ineu apareceu sempre como participante vindo do Mato Grosso. Sua legenda sempre informava como origem a cidade de Rondonópolis.

Difícil – Ao longo dos dois episódios em que esteve no ar, o confeiteiro foi visto com desconfiança pelos concorrentes. No episódio em que saiu da atração, foi considerado o principal responsável pelo fracasso do projeto de fazer um bolo que parecesse um lustre.

(Com Mayara Bueno, Guilherme Henri, Humberto Marques e Kleber Clajus)

 

Maioria prefere Lava Jato à Copa do Mundo
Copa? – Pesquisa do Instituto Paraná mostra que, a menos de um mês do Mundial da Rússia, o brasileiro não está muito motivado com o assunto. A consul...
Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions