ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  21    CAMPO GRANDE 21º

Jogo Aberto

Policia Civil pode dar show ou sofrer com falta d'água

Por Jogo Aberto | 10/02/2014 06:01

Recorrente - Pelo segundo fim de semana consecutivo, policiais da DEPAC Centro, na rua Padre João Crippa, passaram o plantão sem água. Na semana passada, a justificativa foi cano estourado. Ontem, a ordem era não falar nada sobre o problema.

Na seca - Mas apesar do silêncio, deu para ver alguns investigadores passando com água em garrafinhas plásticas e ouvir reclamações sobre o perrengue. Na madrugada cheia de flagrantes, sete só no domingo, a delegacia ficou cheia e sem água até para beber.

Lado bom - Por outro lado, na sexta-feira, a Polícia Civil deu show de profissionalismo em coletiva de imprensa sobre agressões contra a estudante Giovanna Nantes. Foi como uma aula de direito e perícia criminal.

Profissional - Com telão, fotos e simulações, os policiais e peritos foram detalhando o trabalho que aponta que a menina foi vítima de cadeiradas e pisões pelo namorado. Para chegar à conclusão, houve até a reprodução do crânio da jovem e a medição do calcanhar de Matheus Tannous, acusado de agredir a jovem.

Dois pesos - Bom seria se o mesmo serviço exemplar fosse realizado em outros casos de violência contra a mulher. No fim de semana, reportagem do Campo Grande News sensibilizou centenas de leitores que trouxeram doações para mulher que apanhou de corda do ex-marido e ainda enfrenta o medo de conviver com o agressor em liberdade.

No susto - Filho de paciente internado há 71 dias na Santa Casa ficou espantado com a pressa com que retiraram o pai do CTI. O homem não tinha nem sequer previsão de alta, mas foi liberado do dia para a noite. A família garante que a remoção aconteceu porque precisavam de leitos por conta da infestação de escorpiões em outros setores.

Calorão - Que a Santa Casa não é o melhor lugar para se trabalhar isso é notório. Mas se não bastasse superlotação, a falta de leitos e de material, os médicos estão penando nesses dias de calor insuportável em Campo Grande. Não há ar condicionado em vários pontos do hospital.

Sonho meu - Agora os artistas Beko Santanegra, Jerry Espíndola, Carlos Lima, Galvão e Ana Cabral vão ter de se dividir entre a cultura e o sindicado dos músicos, criado ontem em Mato Grosso do Sul. Uma das brigas já anunciada é para garantir aos nomes daqui o mesmo valor pago aos artistas nacionais que passam pelo Estado e têm cachê pago pelo poder público.

Rapidinha - Nem as obras da 1ª e 2ª etapas do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) terminaram e o governo Dilma Rousseff anuncia que vai tirar do papel o PAC 3 para ser executado a partir de 2015. Mas o lançamento está previsto para abril próximo, neste ano eleitoral.

Cala boca - Desta vez, o foco será obras de caráter social e urbano, para melhorias nos serviços públicos, principalmente, de transporte. O pacote vai ser anunciado logo porque o governo quer acalmar os eleitores com resposta aos protestos de rua do ano passado para evitar confusões durante a Copa do Mundo.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário