ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 22º

Jogo Aberto

"Pré-candidatíssimo", André voa em busca verba para campanha

Por Anahi Zurutuza, Maristela Brunetto, Izabela Cavalcanti, Gabriela Couto e Fernanda Palheta | 17/04/2024 06:00

Pé na campanha – A incerteza sobre a candidatura de André Puccinelli a prefeito de Campo Grande está se dissolvendo, pelo menos entre lideranças do MBD e assessores mais próximos. André embarcou, na madrugada desta quarta-feira (16), em voo para Brasília, ao lado do presidente regional com partido, o ex-senador Waldemir Moka, e dos deputados Renato Câmara, Junior Mochi e Marcio Fernandes para encontro em Brasília (DF) com o presidente do MDB nacional, deputado Baleia Rossi.

Chorando as pitangas – Puccinelli vai em busca de viabilizar a campanha eleitoral financeiramente, mas a estrutura para entrar na disputa já está sendo montada, inclusive, com contratações para membros da equipe. “Vamos chorar as pitangas”, admitiu em entrevista à coluna.

Estratégia – O pré-candidato revelou até a estratégia para conseguir mais dinheiro para a campanha, embora tenha dito que a ida s Brasília foi a convite de Baleia Rossi, justamente para definir o quanto o MDB vai investir para conquistar a Prefeitura de Campo Grande. “Se oferecem X, você pede o triplo. A gente sempre pleiteia mais verba. Mas o partido nunca me faltou, então, as expectativas são boas”.

Sinais – A movimentação do ex-governador nas redes sociais já dá sinais de que ele está assessorado por profissionais. André Puccinelli, que já foi prefeito duas vezes, postou vídeo esta semana no Instagram, mostrando os planos dele para a cidade, com auxílio de tecnologia bem chamativa. Usando óculos de realidade virtual, expõe o projeto de canalização do Rio Anhanduí, no prolongamento da Ernesto Geisel, ferida antiga em uma das principais vias da cidade. Pelo material, é possível ver um desenho arrojado, com paradas de ônibus modernas ao longo da via, e urbanização para tentar superar o atual quadro: hoje, trechos da avenida são engolidos pela força da enxurrada.

Voto aplaudido - Com quatro candidatos, a eleição do diretório municipal do MDB em Campo Grande, realizada nesta terça-feira (16), foi disputada. No "pódio", a diferença era de um a dois votos, no máximo. Mas foi o quarto colocado, Vanderlei Cabeludo, que recebeu apenas quatro votos, quem ganhou destaque na apuração. Depois de quase metade dos votos contabilizados, o último colocado recebeu o primeiro voto e junto com ele uma salva de palmas.

Polêmicas e pagode – Nem só debates sobre as leis e a polêmica sobre a fala do presidente da OAB nacional, Beto Simonetti, movimentaram a 4ª Conferência Nacional da Jovem Advocacia, realizada na semana passada em Bonito. A abertura contou com autoridades de todos os poderes. Depois de debater temas do direito, os participantes puderam se divertir e dançar um pouco no principal destino turístico do Estado.

Cachês – O Diário Oficial desta terça-feira publicou que o Governo de Mato Grosso do Sul contratou três atrações para o evento: Rapha & Léo, por R$ 15 mil; Henrique & Diego, por R$ 130 mil e o Atitude 67, que animou o encerramento com muito pagode, por R$ 120 mil.

Influenciando – Durante a 12ª Campanha de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais de Mato Grosso do Sul, lançada pela Reflore, nesta terça-feira (16), foi mostrado vídeo do “influencer” do agro, Antônio Côrtes, simulando um produtor rural colocando fogo num resto de mato. Como ele mesmo se apresentou, é formado em Engenharia Civil, mas tem contato com o setor florestal há mais de 10 anos. Com isso, se aprofundou no assunto e passou a se comunicar por meio do Instagram, com os 106 mil seguidores.

Mas desagradou – O vídeo, que era para servir de alerta, não agradou a todos. O presidente da Famasul/MS, Marcelo Bertoni, saiu em defesa do produtor e fez pedido para o "influencer": “Eu faço um desafio para o Côrtes; que faça também um vídeo da dona de casa varrendo o pátio e botando fogo, o cidadão que passa na estrada fumando cigarro e joga, a latinha de cerveja que ele joga na estrada, porque não fica muito pesado só para o produtor rural ter essa responsabilidade”, enfatizou e concluiu: “[...] É só uma provocação do produtor rural”, disse com uma risadinha no final.

Estadista – O presidente da Alems (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), Gerson Claro (PP), elogiou o comportamento do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do governador Eduardo Riedel (PSDB) durante agenda na semana passada. “Quando uma ação é de Estado, não podemos interpretar como ação de política partidária e posicionamento ideológico, extremista, que atrapalhe qualquer gestão. O governador e o presidente estão de parabéns. O presidente não é da direita ou da esquerda, é presidente do Brasil e Mato Grosso do Sul segue no rumo do desenvolvimento como o anúncio da transição energética, produção de laranja e a venda da carne para a China”.

Nos siga no Google Notícias