ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEGUNDA  30    CAMPO GRANDE 21º

Jogo Aberto

Tossiu? Já explica que não tem vírus

Por Anahi Zurutuza, Leonardo Rocha e Marta Ferreira | 24/03/2020 06:00
Senador Simone Tebet na frente da sede do MDB em Campo Grande (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)
Senador Simone Tebet na frente da sede do MDB em Campo Grande (Foto: Fernando Antunes/Arquivo)

Negativada – Durante entrevista à rádio de Campo Grande nesta segunda-feira (23), a senadora Simone Tebet (-MS) engasgou quando foi dizer que “o coronavírus vai matar a economia brasileira”. Apesar de estar ao telefone, teve de explicar: “não estou tossindo, eu engasguei”. Quem nunca? A parlamentar testou negativo para o vírus no dia 20.

Discordo - Médico, o deputado federal Luiz Ovando (PSL) disse que não concorda com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, sobre antecipar formaturas de médicos e profissionais de saúde. A ideia é diplomar quem está no último ano, segundo Mandetta, já pronto para exercer a Medicina.

Cedo - Ovando pensa diferente. "Vai pular etapas, quando estes estudantes ainda não estão preparados”, avalia.

Outra sugestão - "Acredito que eles podem ajudar nas unidades como estagiários, não formar antes do tempo", defende o parlamentar da base governista.

Culpa - Luiz Ovando ainda criticou a China, que segundo ele, demorou para divulgar o surgimento do vírus para o restante do mundo. Também disse que a OMS (Organização Mundial de Saúde) também agiu tarde, o que atrasou medidas mais restritivas dos países.

Indenização - Para a deputada federal Rose Modesto (PSDB), os chineses deveriam, inclusive, ajudar o Brasil financeiramente no combate à Covid-19.

Solidariedade - Para o deputado federal Fábio Trad (PSD), as autoridades precisam sentar para conversar com pessoas e empresas bilionárias, para que elas ajudem a saúde pública neste momento. "Precisam comparecer neste momento, pois estamos no mesmo barco, muitas empresas estão contribuindo em outros países".

Alternativas - Fábio destaca que nesta conversa poderiam surgir até medidas do governo federal, como abater esta ajuda no imposto de renda, para incentivar as doações.

Não é férias - Servidores da justiça que estão em teletrabalho estão recebendo alertas de que precisam manter a produção. A chamada chega por e-mail, e tenta fazer com que, em casa, façam, por exemplo, o mesmo número de sentenças para avaliação e aprovação dos juízes assessorados.

Sobrecarga - Com muita gente trabalhando em casa, a tendência é de que as queixas contra a lentidão da internet se ampliem.  À coluna, clientes lembraram o velho embate sobre a promessa de uma velocidade no contrato e a entrega de outra na prática.