A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Maio de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


28/11/2014 06:00

Tucano ainda quer enfrentar favoritismo de peemedebista na Assembleia

Edivaldo Bitencourt

Fundador de Aquidauana – Durante inauguração do Residencial José Maksoud, o filho do homenageado, César Maksoud, contou que o pai foi um dos fundadores de Aquidauana, em 1892. Ele chegou ao Brasil com 11 anos de idade.

Segundo – Maksoud é o segundo morador de Aquidauana que é homenageado pelo prefeito Gilmar Olarte (PP). O primeiro foi o pai do prefeito, Evaldo André Olarte, que dá nome ao Centro Municipal Pediátrico, o nome oficial do Hospital da Criança do SUS.

Gafe – Durante o discurso para agradecer a homenagem ao pai, Cesar Maksoud, elogiou a funcionária de uma forma constrangedora. “Ela está fazendo sinal. Aquela moça simpática, gorduchinha”, afirmou.

Mulher valente – O superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Paulo Antunes, afirmou que a mulher é a aposta do banco para manter a casa popular em poder da família. “O homem, às vezes, quer trocar a casa por um fusca, uma brasília, mas a mulheres, não”, comentou, durante a inauguração do Conjunto Residencial José Maksoud.

Contribuição - O deputado Junior Mochi (PMDB) entregou a Nelson Tavares, que coordena as ações de transição na área de saúde, do grupo de Reinaldo Azambuja, a cópia do relatório da CPI da Saúde, onde segundo ele, está o principal diagnóstico do setor em todo Estado.

Raio X – Mochi destacou que o relatório da CPI da Saúde faz uma radiografia completa do setor em Mato Grosso do Sul. "Estas informações serão relevantes para o próximo governador, já que tem dados importantes". Nelson Tavares é cotado para assumir a Secretaria Estadual de Saúde em 2015.

Sou candidato - Onevan de Matos (PSDB) disse que segue firme na disputa da presidência da Assembleia Legislativa. Ele descarta ser candidato para ganhar a primeira secretaria como “prêmio de consolo” para deixar a vaga para Júnior Mochi (PMDB).

Tempo – Matos argumenta que o governador eleito ainda não chegou a discutir a presidência do legislativo estadual. “Ainda está cedo”, explicou o tucano, que tem esperanças de ter as bênçãos de Azambuja para enfrentar o favoritismo de Junior Mochi.

Grupo - George Takimoto confirmou seu apoio ao nome de Junior Mochi. Ele lembrou que este bloco a favor do peemedebista se trata do grupo que seguiu o governador André Puccinelli nos seus dois mandatos. "Ele nos pediu que seguíssemos coesos e por isso temos este compromisso com o Mochi", justificou-se.

Interior – Depois de Corumbá, o governador eleito vai visitar, oficialmente, a segunda maior cidade do Estado. Ele concede entrevista às 17h de hoje e participa da solenidade de posse do Sindicato Rural de Dourados.

(colaboraram Kleber Clajus e Leonardo Rocha)

Ex-ministro não errou o “do Sul”, mas...
Gafe - O ex-ministro Henrique Meireles (MDB) em um dos diversos discursos no evento em Campo Grande neste sábado (19) confundiu Mato Grosso do Sul co...
PMs presos têm “festival de ações”
Conhecidos da justiça - Entre as duas dezenas de policiais militares de Mato Grosso do Sul presos esta semana por suspeita de facilitar a vida dos co...
O entrave no cadastro de pedófilos
Entrave burocrático – Autor do projeto de lei que criou o cadastro de pedófilos em Mato Grosso do Sul, o ex-deputado estadual Carlos Alberto David, d...
Assembleia agora tem 8 "independentes"
Mais uma – Depois de votar com o governo por três anos e meio, a deputada estadual Grazielle Machado(PSD) anunciou que agora será “independente”, ass...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions