A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Outubro de 2018

25/05/2018 07:34

Hermela pagou "milagre" colorindo a casa e dando novos significados aos objetos

Após sobreviver 30 dias no hospital, ela diz que virou uma pessoa melhor e o reflexo está na casa no Bairro Nova Campo Grande

Thailla Torres
Canto especial no quintal é preciosidade na casa de Hermela. (Foto: Thailla Torres)Canto especial no quintal é preciosidade na casa de Hermela. (Foto: Thailla Torres)

Uma decoração mais clean era a tendência na arquitetura contemporânea da família, mas a vontade de ter um espaço rústico, com estilo que mistura afeto e criatividade, impulsionou a designer Hermela Cris Toledo, de 46 anos, a transformar a vida e o lar. Para tornar possível a mudança ela abraçou o artesanato, e desde então, tem modificado cada cantinho da casa onde vive no bairro Nova Campo Grande.

Depois de abrir a mente para novas ideias, Hermela buscou um estilo que marcasse com delicadeza os ambientes. "Sempre gostei muito da decoração shabby chic, que mistura as coisas mais antigas com elementos da modernidade, principalmente, as cores", explica.

Por isso, o rosa e o turquesa são cores presente do portão até o último cantinho da residência, tons que deixaram tudo semelhante a uma casa de boneca. "Eu gosto de coisas delicadas, antigamente você entrava na minha casa e era tudo clean, nem dá para imaginar isso, né? Mas hoje sou das cores", afirma.

Sala ganhou decoração no estilo shabe chic. (Foto: Thailla Torres)Sala ganhou decoração no estilo shabe chic. (Foto: Thailla Torres)
Mobiliário de madeira foi pintado por ela. (Foto: Thailla Torres)Mobiliário de madeira foi pintado por ela. (Foto: Thailla Torres)
Cozinha é um dos ambientes mais graciosos e toda decorada pela designer. (Foto: Thailla Torres)Cozinha é um dos ambientes mais graciosos e toda decorada pela designer. (Foto: Thailla Torres)

A mudança não surgiu de imediato, Hermela se lembra que momentos difíceis a fizeram repensar a vida e a profissão. "Primeiro foi uma necessidade, eu morava em São Paulo e meu marido enfrentou o desemprego. Eu tinha um outro patamar de vida e resolvi arregaçar as mangas para fazer algo diferente, foi então que abracei de vez o artesanato".

Mas um problema de saúde em 2013 colocou a designer entre a vida e a morte, foi então que as cores alegres ganharam um novo sentido no dia a dia da família. "Eu passei por cirurgia de retirada de útero total e acabei pegando uma infecção generaliza. Chegou em um ponto que a Medicina não tinha mais recursos, os médicos chamaram a família e disseram que eu só voltaria para casa por um milagre".

Foram quase 30 dias internada, quando Hermela fez um compromisso com a fé. "Eu pedi que se tivesse alguma chance eu serviria na terra". Após a recuperação, ela diz que se tornou uma nova pessoa.

"Eu era uma mulher muito mais enjoada e chata. Depois de quase um encontro com a morte, eu me tornei uma pessoa simples e passei a aceitar as coisas simples que hoje eu coloco dentro da minha casa".

Hermela reutilizou móveis velhos e molduras que foram jogadas na rua. (Foto: Thailla Torres)Hermela reutilizou móveis velhos e molduras que foram jogadas na rua. (Foto: Thailla Torres)
Ladrilhos também entrar em harmonia com a madeira de demolição. (Foto: Thailla Torres)Ladrilhos também entrar em harmonia com a madeira de demolição. (Foto: Thailla Torres)
Móvel antigo foi restaurado e ganhou tom de rosa. (Foto: Thailla Torres)Móvel antigo foi restaurado e ganhou tom de rosa. (Foto: Thailla Torres)

Longe da sofisticação, mas sem perder a personalidade, todo mobiliário da casa foi reformado por Hermela que, na maioria das vezes, recupera objetos que foram descartados.

Na varanda, por exemplo, a namoradeira azul que encanta logo na chegada foi feita com palete e a cabeceira de uma cama velha. "Apenas montei e dei a ela uma nova pintura". Na parede, quadros, molduras encontradas no lixo e até um serrote tornaram-se decorações de estilo.

No interior da residência, a decoração sofisticada que Hermela esteve acostumada durante anos, agora não dá mais as caras. "Hoje eu gosto tudo nesse estilo, rústico e delicado. Isso me permite criar, reaproveitar e deixar a casa mais charmosa".

Tanto, que não há vizinho que desconheça o talento de Hermela. "Houve um tempo que eu colocava um carrinho na porta de casa para vender as minhas peças. Todo mundo passava encantado e até hoje quando alguém vai se desfazer de algo, lembra de mim".

Até o casamento ganhou cores especiais com vestido rosa de Hermela. (Foto: Thailla Torres)Até o casamento ganhou cores especiais com vestido rosa de Hermela. (Foto: Thailla Torres)

Em um quarto cheio de decorações, a designer guarda alguns de seus trabalhos. Tem bonecas de pano, casas de passarinhos, mesas e cadeiras restauradas. Uma deles é destaque na sala com a mistura de madeira e ladrilhos hidráulicos sobre a mesa. "Eu gosto de inventar e ressignificar objetos", explica.

No jardim, restos de madeira e objetos antigos também ganharam cores embaixo de um pergolado coberto pela primavera, além da bicicleta vintage, que agora é marca registrada da designer pelo bairro, "rosa e com cestinha de palha na frente", completa.

A preferência pelo rosa é tamanha que até no casamento Hermela surpreendeu o marido com um vestido nada convencional. "Quatro meses depois de sair do hospital, em 2013, nós ganhamos uma festa de casamento da família. Decidi usar dois vestidos, um deles, todo rosa", diz ao mostrar o álbum de casamento que carrega um estilo retrô até na capa.

Além de decorar a casa constantemente, todo o trabalho de Hermela também é feito sob encomenda. "Restauro e transformo. E se o móvel for grande, vou até a pessoa", diz.

Quem tiver interesse pode entrar em contato com Hermela pelo Facebook.

Confira outras fotos abaixo.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.

Jardim feito com peças reaproveitadas e um pergolado no estilo faça você mesmo. (Foto: Thailla Torres)Jardim feito com peças reaproveitadas e um pergolado no estilo "faça você mesmo". (Foto: Thailla Torres)
Detalhe para os mimos de um chá da tarde. (Foto: Thailla Torres)Detalhe para os mimos de um chá da tarde. (Foto: Thailla Torres)
Na parede, até o serrote ganhou um nova função, a de decorar. (Foto: Thailla Torres)Na parede, até o serrote ganhou um nova função, a de decorar. (Foto: Thailla Torres)
Hermela conquistou um casa onde sua história e decoração vivem em harmonia. (Foto: Thailla Torres)Hermela conquistou um casa onde sua história e decoração vivem em harmonia. (Foto: Thailla Torres)
Casas de passarinhos. (Foto: Thailla Torres)Casas de passarinhos. (Foto: Thailla Torres)


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.