A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

11/06/2018 17:30

Arte da ponte sobre Rio Paraguai faz 19 anos "lutando" por uma restauração

Criada pelo artista Edson Castro, a pintura "Artes Cacharas" está ja apagadinha e precisa de um upgrade.

Anahi Gurgel
Ponte de captação de água em Corumbá, completa 19 anos e deve passar por restauração. (Foto: Divulgação/Sanesul)Ponte de captação de água em Corumbá, completa 19 anos e deve passar por restauração. (Foto: Divulgação/Sanesul)

Impossível não se encantar com o cenário que a ponte de captação de águas no Rio Paraguai, um dos principais cartões postais de Corumbá, proporciona aos olhos. Traçado marcante da estrutura, a pintura “Artes Cacharas” completa 19 anos com a expectativa de passar por restauração e atrair ainda mais os apaixonados pela arte.

A ponte, patrimônio da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), tem 1.300 m² de pintura da malha do peixe cachara, feita em 1999 pelo artista plástico Edson Castro.

Profissional de destaque nacional e internacional, Castro é de Corumbá, mas mora em Paris desde 2009. De passagem por Mato Grosso do Sul, aproveitou para visitar a obra e recordar como nasceu a imagem.

"Naquela época, a ponte estava feia e cheia de lodo. Eu propus para os empresários de turismo criar a pintura, acabar com a concretude, e valorizar o por do sol. Agora o cachara faz parte do cenário da cidade e precisa ser restaurado para preservação do patrimônio cultural de Corumbá", defende o artista.

 

Imagem sendo pintada em 1999, pelo artista Edson Castro. Precisa de revitalização. (Foto: Divulgação/Sanesul)Imagem sendo pintada em 1999, pelo artista Edson Castro. Precisa de revitalização. (Foto: Divulgação/Sanesul)

Ele até já encaminhou o Projeto 'Artes Cacharas' ao conhecimento de autoridades de Mato Grosso do Sul para a restauração da pintura na ponte.

"Quando eu a fiz, eu tinha 29 anos, jovem, subi e desci várias vezes de lá, foi rápido, hoje eu precisaria de apoio e demoraríamos uns 40 dias para fazer a restauração completa", calcula.

A obra foi registrada pela Funarte (Fundação Nacional de Artes) e Ministério da Cultura, como arte pública do Brasil em 2002.

“No local só se trabalha no fim do arco, ou seja, a carga sobe e desce com guincho. Essa é a única regional com equipe de mergulhadores para fazer esse serviço ”, destaca o gerente regional da Sanesul, em Corumbá, Eduardo Duque.

Outra vista da ponte sobre Rio Paraguai, cartão postal de Corumbá. (Foto: Divulgação / Sanesul)Outra vista da ponte sobre Rio Paraguai, cartão postal de Corumbá. (Foto: Divulgação / Sanesul)

Edson hoje realiza exposições temporárias e permanentes em galerias como Galerie Ad Hoc Corner em Saint-Paul de Vence, no sul da França; Yohann Gallery, Galerie Rauchfeld e Galerie Le Pavé d'Orsay, no bairro Saint Germain des Prés, um dos mais importantes polos de galerias e museus de arte da cidade.

Mais pertinho da gente, está com exposição no Sesc Cultura, que fica na Avenida Afonso Pena, 2270. Visitação gratuita até 31 de julho, de terça a sábado, das 10h às 19h30.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.