ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  28    CAMPO GRANDE 27º

Artes

Delinha melhora, deixa UTI e continuará tratamento em hospital

Embora esteja fora de perigo, ainda não há previsão para a cantora ter alta

Por Anahi Zurutuza | 23/05/2022 16:25
Registro de Delinha em sua "velha casinha" – apelido carinhoso dado à sua moradia – no bairro Amambaí (Foto: Paulo Francis/Arquivo)
Registro de Delinha em sua "velha casinha" – apelido carinhoso dado à sua moradia – no bairro Amambaí (Foto: Paulo Francis/Arquivo)

Depois de ter piora em seu quadro clínico e precisar ser levada para CTI (Centro de Tratamento Intensivo) do Hospital Proncor, de Campo Grande, Delanira Pereira Gonçalves, da cantora Delinha, de 85 anos, melhorou e deixou o leito para pacientes mais graves. Conforme boletim médico, ela foi levada para apartamento. Está acordada, conversando e respirando sem a ajuda de aparelhos.

A “Dama do Rasqueado”, contudo, ainda não pode deixa o hospital, para onde foi levada no dia 14 deste mês, com dificuldade para respirar. De acordo com Proncor, ela ainda está tratando infecção respiratória (pneumonia) com exacerbação de doença pulmonar crônica e precisa ainda fazer uso de antibióticos, cateter de oxigênio, além de fisioterapia.

Delinha correu o risco de ser intubada, mas segundo o filho dela, o radialista e músico João Paulo Pompeu, a possibilidade foi descartada assim que a mãe começou a reagir aos medicamentos.

Antes das complicações, a expectativa era de que Delinha ficasse internada por apenas três dias. Ainda não há previsão de alta.

Ainda neste ano, a cantora já havia sido internada em abril. Após avaliação, ela permaneceu no hospital devido a um inchaço nas pernas, mas se recuperou e depois de realizar exames, foi liberada.

Nos siga no Google Notícias