A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

07/05/2018 14:36

Referência no teatro sul-mato-grossense, Orlando Mongelli deixa seu legado

Professor e mestre espírita faleceu na manhã desta segunda-feira, aos 89 anos

Thaís Pimenta
Orlando foi professor, mestre espírita e um dos percussores no teatro sul-mato-grossense. (Foto: Reprodução Facebook)Orlando foi professor, mestre espírita e um dos percussores no teatro sul-mato-grossense. (Foto: Reprodução Facebook)

Orlando Mongelli morreu na manhã desta segunda-feira (07), aos 89 anos. Ele foi um dos pioneiros no teatro sul-mato-grossense, exímio professor de português e mentor espírita do Templo de Umbanda Pai Oxalá.

Foi também um dos criadores e integrantes do TUC (Teatro Universitário de Campo Grande) em 1961, juntamente com a professora Maria da Glória Sá Rosa, Sílvio Torrecilha, Rafael Cubel Zuriga, Abílio Leite de Barros e outros.

O diretor de teatro Jair Damasceno publicou em suas redes sociais uma memória em homenagem a Orlando. “Vi o Orlando pela última vez em público em 2011 por ocasião do lançamento do livro 'Vozes do Teatro', ocasião em que foi homenageado juntamente com Paulo Corrêa. Sempre foi uma referência para os grupos que surgiram a partir de 1970, entre os quais o GUTAC. Aos poucos foi 'se afastando' da cena, deixando um vazio no meio cultural campo-grandense”.

O ator e palhaço Pietro Lara também se emocionou em suas redes: “Quando o conheci tive a certeza que ali estava um grande Mestre e passei a seguir seus passos, seus ensinamentos...tive o privilégio de conviver com essa grande figura, que sempre manteve o bom humor nas horas difíceis!”.

As cortinas se fecham para Orlando, mas seu legado segue vivo na memória dos campo-grandenses.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.