ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 16º

Comportamento

Aos 110 anos, Marina arrasa em ensaio e sonha voltar ao Sergipe

Marina completou 110 anos no último dia 20 de julho e lacrou a internet com ensaio pra lá de fofo

Por Bárbara Cavalcanti | 22/07/2021 07:44
Marina Maria Conceição da Silva completou 110 anos no dia 20 de julho deste ano. (Foto: Adriana Braga)
Marina Maria Conceição da Silva completou 110 anos no dia 20 de julho deste ano. (Foto: Adriana Braga)

Marina Maria Conceição da Silva completou 110 anos no dia 20 de julho. Residente de Ivinhema, município a aproximadamente 300 quilômetros da Capital, dona Marina já viu de tudo. Com ajuda da neta, ela conversou com o Lado B um pouco sobre esse século e uma década de vida. Além disso, compartilhou fotos de um ensaio pra lá de fofo.

De acordo com a neta que cuida da avó, Elaine Almeida Monteiro dos Santos, de 24 anos, Marina leva uma vida saudável, quase sem problemas de saúde.

Dona Marina viveu mais de um século e não tem qualquer problema grave de saúde. (Foto: Arquivo Pessoal)
Dona Marina viveu mais de um século e não tem qualquer problema grave de saúde. (Foto: Arquivo Pessoal)

“Ela tem um pouco de dificuldade de ouvir, mas tirando isso, não toma qualquer remédio, pra nada, nem de pressão. Ela não lembra de todos os detalhes, mas conforme a gente vai conversando, ela vai recordando”, explica.

Dona Marina é natural da cidade de Propriá, em Sergipe. Veio para Mato Grosso do Sul no ano de 1976. De acordo com Elaine, o trajeto foi feito de navio até São Paulo.

Da vida antes de vir para cá, o acontecimento mais marcante aconteceu no sertão nordestino. “Ela conta ter conhecido pessoalmente Lampião e Maria Bonita, líderes do cangaço”, comenta Elaine.

Dona Marina arrasando em ensaio fotográfico. (Foto: Adriana Braga)
Dona Marina arrasando em ensaio fotográfico. (Foto: Adriana Braga)

Aqui no estado a família cresceu com 17 filhos, 23 netos, 34 bisnetos e três tataranetos. Destes alguns que moram com ela. De acordo com Elaine, o terreno tem três casas.

“No fundo, moram meu pai, minha mãe e minhas duas irmãs. No meio é a casa dela, com os móveis dela e tudinho. Na frente morava eu, até construir minha própria casa, mas já fazem dois meses desde que mudei”, explica.

Mas Elaine não fica longe da avó. “Eu sou a neta que dou banho nela. Venho aqui todos os dias para cuidar dela, prometi que cuidaria dela para sempre”, expressa.

Elaine com a avó em ensaio fotográfico. (Foto: Adriana Braga)
Elaine com a avó em ensaio fotográfico. (Foto: Adriana Braga)
Foto que Elaine fez no dia do aniversário dela. (Foto: Arquivo Pessoal)
Foto que Elaine fez no dia do aniversário dela. (Foto: Arquivo Pessoal)

No dia mesmo do aniversário, para não passar em branco, teve apenas um bolinho e algumas fotos. A festa mesmo, com alguns dos parentes vai ser no fim de semana. Amada por todos na família, devem comparecer até parentes da Capital.

Nesse século e uma década de vida, dona Marina agora só quer poder voltar a viajar. E o destino é Sergipe. “Quero poder voltar em Sergipe pra comer muita comida boa”, declarou.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário