ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  26    CAMPO GRANDE 21º

Comportamento

Até família da Nigéria encarou chuva para curtir 52 anos da Vila Carvalho

Casal da Nigéria aproveitou o domingo para conhecer a escola e curtir o samba

Por Jéssica Fernandes | 11/10/2021 08:51
Festa aconteceu no barracão da escola na tarde de domingo. (Foto: Marcos Maluf)
Festa aconteceu no barracão da escola na tarde de domingo. (Foto: Marcos Maluf)

A chuva que caiu em Campo Grande ontem (10), pode ter deixado alguns com preguiça de sair de casa, mas teve gente que não desanimou e escolheu o melhor look para comemorar os 52 anos da escola de samba Unidos da Vila Carvalho.

A festa reuniu moradores da região, integrantes e fãs da escola, que é uma das mais antigas e tradicionais da cidade. Samba, é claro, foi o que não faltou na data especial que encantou até quem chegou recentemente no país.

O casal Iya Leoni Oyatoro, 50 anos, e Sangonall Alaka, 40, se mudaram recentemente da Nigéria com os dois filhos. A família atualmente reside na região do Bairro Vila Carvalho e aproveitaram para prestigiar pela primeira o aniversário da escola, além de sentirem na pele o clima carnavalesco.

Família da Nigéria aproveitou o evento para conhecer a Vila Carvalho. (Foto: Marcos Maluf)
Família da Nigéria aproveitou o evento para conhecer a Vila Carvalho. (Foto: Marcos Maluf)

A Iya conversou com o Lado B e traduziu algumas das perguntas feitas para o marido. O Sangonall sabe poucas palavras no idioma, mas pelo pouco que falou, deu para entender que ele achou “bonito” todo o evento de celebração da escola.

“Nós estamos conhecendo, o pessoal tá muito animado, provamos a feijoada. Nós viemos para ficar, nossos filhos vão estudar aqui no Brasil agora”, contou Iya. Questionada se ela e a família iriam torcer pela Vila Carvalho no carnaval, Iya garantiu com um enfático sim.

E não era só a família dela que estava animada e aproveitando as apresentações do evento, que contou com a presença de Gideão Dias, Vadinho Freire, Os Confrades, Buxixo, Romário de Souza e Christian Oliver, além da apresentação super especial da bateria que emocionou o público com alguns sambas-enredo.

Presidente da escola ressaltou a importância da velha guarda na comemoração. (Foto: Marcos Maluf)
Presidente da escola ressaltou a importância da velha guarda na comemoração. (Foto: Marcos Maluf)

Os 52 anos da Vila reuniu a velha guarda da escola, os jovens e, principalmente, as crianças que corriam soltas pelo espaço. Para o presidente da escola, José Carlos de Carvalho, o encontro das diferentes gerações é símbolo de resistência e esperança. “Mesmo com a chuva, a comunidade veio em peso. O pessoal da velha guarda veio, o que é muito bom, porque quer dizer que a Vila Carvalho está viva e as crianças são o futuro”, comentou.

O vice-presidente, Wlauer Castro Carvalho, comemorou que o temporal não impediu a galera de mostrar o samba no pé e saborear a feijoada feita especialmente para a celebração. “É uma emoção, porque ficamos muito tempo na pandemia parado. Hoje, tá todo mundo ali dentro e sentindo aquela energia que há tempos não vivíamos, então, pra gente é uma felicidade estar comemorando”, afirmou.

Vice-presidente comemorou a presença da comunidade na festa. (Foto: Marcos Maluf)
Vice-presidente comemorou a presença da comunidade na festa. (Foto: Marcos Maluf)

Quem também prestigiou a festa, foi o  presidente da Lienca (Liga das Escolas de Samba de Campo Grande), Alan Catharinelli, que aproveitou a ocasião para destacar as conquistas da Vila. “Essa é a escola mais antiga em funcionamento, com uma comunidade maravilhosa, com grandes títulos e sambas-enredo, nós estamos em um momento de comemoração e precisamos disso”, concluiu.

Curta o Lado B no Facebook. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário