A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020

22/11/2019 06:25

Cartinha de Natal ficou cara? Adote entre amigos e faça uma criança feliz

Várias crianças estão à espera de um padrinho que possa dar o presente desejado, que vai desde kit escolar, bola a piscina a drone

Alana Portela
Jéssica de Moraes e a mãe escolhendo as cartinhas de natal (Foto: Alana Portela)Jéssica de Moraes e a mãe escolhendo as cartinhas de natal (Foto: Alana Portela)

Quer fazer a alegria da criançada neste Natal? Então adote uma cartinha e seja um “Papai Noel” em Campo Grande. Empresas e instituições estão em busca de padrinhos que mantenham o espírito natalino vivo no coração dos pequeninos. A missão é presentear, mas ver o brilho no olhar e a felicidade estampada em cada rostinho não tem preço.

São vários os pedidos começando pelos mais simples, como bonecas para brincar com as amiguinhas, bola para jogar com os colegas, kit de material escolar com o tema de unicórnio para estudar e ter um “futuro brilhante”, como eles descrevem. 

“Papai Noel hoje queria ganhar um livro de artesanato do unicórnio. Gosto de chocotone. Vou esperar sua resposta”, escreveu uma criança. “Tenho 7 anos e quero ganhar um kit de material escolar do Batman”, pede outro menino.

“Querido Papai Noel, quero muito um pantins n° 35. Eu acho que mereço porque sempre ajudo minha mãe em casa. Tenho 8 anos e gostei muito de enviar esta carta porque já te vi e tirei fotos com você na Cidade do Natal”, informa mais uma carta.

Tem cartinha pedindo um violino. (Foto: Alana Portela)Tem cartinha pedindo um violino. (Foto: Alana Portela)

Outra cartinha revela o carinho do aluno com a professora e o amor é tanto que ele prefere pedir a felicidade da educadora do que um brinquedo. “Oi Papai Noel, tenho 11 anos. Tenho um amigo legal e muitos amigos super legais e uma professora muito divertida. Meu pedido é dar felicidade e carinho para minha professora Lady Linda”.

Mas a imaginação da garotada vai além, com pedido e desenho de violino informando que neste ano foi uma boa menina. Tem o que quer um vídeo game para curtir enquanto não está na escola, outro uma bicicleta para gastar energia pedalando, piscina para se refrescar no calor e até drone para filmar de cima tudo que acontece aqui em baixo.

Todo mundo já foi criança e um dia sonhou em ver o bom velhinho chegar em seu trenó na calada da noite, carregando o presente naquele saco vermelho gigante. Imaginar o som do “oh, oh, oh” enche qualquer um de esperança e faz querer ser uma pessoa melhor no ano seguinte.

Então, mesmo que alguns pedidos extrapolem o orçamento, vale um esforcinho para ajudar. Quem quiser dar uma bicicleta ou outro presente mais caro, a dica do Lado B é reunir um grupo de amigos ou familiares, fazer uma vaquinha e “salvar” o natal da criançada.

Maria Teodora dos Santos foi até a agência dos Correios que fica na Avenida Calógeras onde escolheu dez cartinhas. “Quero presentear várias porque toda criança tem vontade de ter um brinquedo para ficar feliz”, diz. Ela é autônoma e já faz isso há três anos. “Em 2018 peguei cinco, neste adotei mais e os com valores acessíveis para dar a todos”.

A empresa tem vários pontos em Campo Grande e neste ano recebeu 10.500 pedidos de crianças que moram em Mato Grosso do Sul, com idade até 10 anos. O prazo para escolher um pedido encerra no dia 6 de dezembro para que no dia 10 todos os brinquedos estejam nos locais. A proposta é arrumar um padrinho para cada um e a advogada Jéssica de Moura quer ajudar.  

Ela também foi até a agência com a ideia de adotar duas ou três cartas. “Quero dar o que está dentro na minha possibilidade. No ano passado peguei dez cartas e neste, vim mais cedo para ter tempo de conseguir um presente melhor”, explica. “Faço um trabalho voluntário e sei o quão é importante para a criança abrir o pacote e saber que alguém se preocupou com ela”, destaca.

Tem pedido de helicóptero de brinquedo com controle remoto. (Foto: Alana Portela)Tem pedido de helicóptero de brinquedo com controle remoto. (Foto: Alana Portela)
Uma das cartinhas pede um microfone de brinquedo. (Foto: Alana Portela)Uma das cartinhas pede um microfone de brinquedo. (Foto: Alana Portela)
Maria Teodora dos Santos escolhendo as cartinhas para presentear a criançada. (Foto: Alana Portela)Maria Teodora dos Santos escolhendo as cartinhas para presentear a criançada. (Foto: Alana Portela)

Quem quiser adotar uma cartinha pode ir até uma das agências dos Correios

Agência Rodoviária: Rua Vasconcelos Fernandes, n° 226
Agência Central: Avenida Calógeras, n° 2309
Agência Okinawa: Avenida Afonso Pena, n° 4909, 1° piso – Santa Fé
Agência Kadiwéu: Avenida Ceará, n° 1553 - sala 1,2 e 3 (Entrega de presentes)
Agência Estados: Rua Doutor Arthur Jorge, n° 1050 (Entrega de presentes)
Agência Ipês: Avenida Mascarenhas de Moraes, n° 2470 – Monte Castelo (Entrega de presentes)
Agência Piquiri: Rua Brilhante, n° 2702, loja 1 – Vila Bandeirante (Entrega de presentes)

Tem também a campanha pelo Pacijus (Programa para Ajuda à Criança e ao Idoso do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul). Dá para escolher através deste link uma das 792 crianças. O presente precisa ser entregue até o dia 10 de dezembro, na rua 7 setembro, n° 174. 

3° Ponto - Outro local para contribuir é na AACC/MS (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer). É só entrar na página do Facebook (por aqui) e escolher uma criança para presentear. Depois entre em contato pelo número (67) 3322-8000 para se informar do que pode ou não doar. 

4° opção - O Ministério Público de Mato Grosso do Sul realiza “Compartilhe o Natal”. O órgão está organizando a campanha para beneficiar dez entidades de Campo Grande e os padrinhos podem escolher uma cartinha através deste link. Os interessados podem tanto comprar o presente e entregar ou fazer uma transferência bancária para a conta do Banco Sicredi, Agência 0913, conta corrente 24038-9, CNPJ 15.413.313/0001-49.

Veja abaixo as entidades beneficiadas e a respectiva lista de sugestões de presentes:
ABREC (Associação Beneficente Dos Renais Crônicos), que fica na rua Geraldo Agostinho Ramos, 781 - Jardim Paulista.

AMA (Associação de Pais e Amigos do Autista), localizado na Av. Bandeirantes, 219 – Amambai.

Associação Renasce a Esperança, que está na Av. Madri, 300 - Vila Alba.

CEDEG/APAE – Centro de Educação Especial Girassol, no Residencial Vida Nova III.

Centros Estaduais de Atendimento ao Público da Educação Especial, na Av. Tiradentes, 20 – Amambai.

CER/APAE – Centro Especializado em Reabilitação, R. Carlinda Tognini, 251 - Vila Progresso.

Cotolengo Sul-Mato-Grossense, que está na R. Jamil Basmage, 996 - Conj. Res. Mata do Jacinto.

ISMAC (Instituto Sul-Mato-Grossense para Cegos Florivaldo Vargas), na R. Vinte e Cinco de Dezembro, 262 – Centro.

Pestalozzi na R. Pernambuco, 1253 - Vila Rosa

Sociedade Educacional Juliano F. Varela, na Av. Fabio Zahran, 6513 - Vila Carvalho

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram

O que era rápido, melhorou! Seja exclusivo, cadastre o telefone (67) 99981 9077 e receba as notícias mais lidas no Campo Grande News pelo seu WhastApp. Adicione na sua lista de contato, mande um "OI", e automaticamente você será cadastrado. 

Várias cartas ainda podem ser adotadas antes de dezembro (Foto: Alana Portela)Várias cartas ainda podem ser "adotadas" antes de dezembro (Foto: Alana Portela)
Campo Grande News - Lista Vip WhatsApp
imagem transparente

Classificados


Copyright © 2020 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.