A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Maio de 2019

24/01/2019 09:27

Com tatuagem de Angélica, Elvis é criticado pela "loucura", mas nem liga

Fã da apresentadora desde a infância, o cabeleireiro esperou 23 anos para realizar sonho de conhecer a diva pessoalmente.

Kimberly Teodoro
Elvis esperou 23 anos para realizar sonho de conhecer Angélica, de quem é fã desde a infância. (Foto: Kimberly Teodoro)Elvis esperou 23 anos para realizar sonho de conhecer Angélica, de quem é fã desde a infância. (Foto: Kimberly Teodoro)

A maior loucura da vida do cabeleireiro Elvis Atanasis, de 40 anos, foi feita por amor. Um sentimento que ele nunca foi capaz de colocar em palavras, mas que traduziu na própria pele, transformando em tatuagem o rosto da apresentadora Angélica, de quem é fã desde a infância.

Atualmente, ela não anda muito sob os holofotes, mas amor que deixou de ser paixão resiste. O fascínio começou quando ele viu pela primeira vez o rosto da então apresentadora da TV Manchete, estampado em uma revista. Mas ele teve de esperar 23 anos para realizar o maior sonho de um fã. O encontro entre Elvis e Angélica aconteceu só há 2 anos, no dia 9 de novembro de 2017, mas as memórias do dia mais feliz da vida do cabeleireiro continuam expostas em lugar de destaque na parede do salão que ele mantém em casa.

Foto feita durante o encontro de fãs com a apresentadora em 2017 (Foto: Arquivo Pessoal)Foto feita durante o encontro de fãs com a apresentadora em 2017 (Foto: Arquivo Pessoal)

A história de amor começou com uma prima de Elvis.“Ela me mostrou uma revista em que a Angélica aparecia na capa, antes disso eu ainda não tinha ouvido falar dela, essa prima foi me explicando quem era ela, contou um pouco da carreira e eu passei a acompanhar os programas. Desde então comecei a comprar todas as revistas em que ela aparece. De lá para cá, esse sentimento só cresceu”, conta.

Hoje o acervo pessoal de Elvis tem cerca de 500 exemplares, fora as pastas com recortes de matérias em que Angélica já apareceu, na conta dele no Instagram é comum ver postagens relembrando a carreira da apresentadora com fotos da própria coleção. O que, exatamente faz uma pessoa devotar tanta dedicação a outra, mesmo que o único contato entre elas seja a tela da televisão? “O que eu sinto pela Angélica é inexplicável, amor é amor. Quem sabe como esse tipo de sentimento surge?”, justifica.

Depois do encontro, cada fã recebeu uma edição especial do livro Angélica, que registra o momento do encontro com os fãs (Foto: Kimberly Teodoro)Depois do encontro, cada fã recebeu uma edição especial do livro "Angélica", que registra o momento do encontro com os fãs (Foto: Kimberly Teodoro)
Coleção de capas de revista começou na década de 1990Coleção de capas de revista começou na década de 1990
O encontro foi feito pelos fãs para comemorar o aniversário da apresentadora (Foto: Arquivo Pessoal)O encontro foi feito pelos fãs para comemorar o aniversário da apresentadora (Foto: Arquivo Pessoal)

Elvis já havia tentado conhecer Angélica em uma viagem ao Rio de Janeiro em 2016, mas as datas coincidiram com uma viagem da apresentadora para a Disney, durante gravação do programa “Estrelas”, da rede globo. “Eu tinha um contato no Rio que iria me ajudar, mas o valor para alterar as datas das passagens era muito alto e acabou não dando certo. A a decepção e a frustração foi enorme e eu fiquei arrasado. Depois eu entendi que nada é por acaso, se eu tivesse conhecido ela naquele momento, talvez não fosse tão bom como foi realizar esse sonho mais tarde”, afirma.

Depois da viagem frustrada, Elvis passou a fazer parte de um grupo no Facebook em que outros fãs da apresentadora compartilham as próprias experiências. De lá, o grupo migrou para o Whatsapp, fazendo com que os integrantes se aproximassem e desenvolvessem certa amizade. Entre eles, estava Sandra San Simão, que trabalha no Projac e tem contato com a apresentadora, foi dela o papel de fada madrinha na vida de Elvis.

“A Sandra é a presidente do fã clube, nós compartilhamos nossas histórias no grupo, mas não sabíamos que ela tinha qualquer contato, ela selecionou 20 fãs e propôs fazer um encontro para comemorar o aniversário da Angélica no Rio de Janeiro”, explica Elvis, que não fazia ideia que outras surpresas ainda estavam por vir.

A surpresa veio com o pretexto de ligar para acertar detalhes da viagem, Sandra pediu o telefone de Elvis afirmando que o assunto só poderia ser resolvido por ligação, argumento que o cabeleireiro estranhou, já que eles trocavam mensagens frequentes por whatsapp. “Ainda era cedo quando o telefone tocou, atendi porque era o número da Sandra. Quando eu falei ‘alô’, ouvi uma risada do outro lado da linha e era uma risada que eu conhecia,achei que estava ficando louco e não acreditei que realmente fosse a Angélica falando. Comecei a chorar, não consegui ficar calmo, era uma sensação de euforia e irrealidade. Nunca pensei que ela fosse se dar ao trabalho de me ligar”, lembra. Pelo telefone, Angélica agradeceu pelo amor e carinho de Elvis, contou que havia visto a tatuagem e até tentou acalmar o fã que não parava de chorar.

Elvis conta que Angélica ficou impressionada com a semelhança da tatuagem e com o carinho de fã (Foto: Corrêa Fotografia)Elvis conta que Angélica ficou impressionada com a semelhança da tatuagem e com o carinho de fã (Foto: Corrêa Fotografia)

Foram meses de preparação até a viagem ao Rio de Janeiro, durante as últimas semanas Elvis conta que mal conseguia dormir. As despesas com passagem e alimentação foram por conta do cabeleireiro, já o aluguel da casa onde os fãs ficaram hospedados para receber Angélica foram divididas entre os 20 fãs que participaram do encontro, que também fizeram uma vaquinha para dar um cachorro de presente para a apresentadora.

“Chegamos um dia antes, para garantir que tudo fosse perfeito, além de não querer correr o risco de atrasar o vôo ou perder o embarque, precisávamos fazer a decoração da festa, mas mesmo estando lá, não conseguia acreditar que estava realmente acontecendo até ela entrar pela porta. Quando ela chegou, cumprimentou todo mundo, foi muito simpática e se mostrou uma pessoa muito simples. Não estava usando maquiagem pesada e nem roupas extravagantes, toda a beleza dela é natural e leve, assim como nas fotos. Ficamos 4 horas conversando, onde ela deu atenção para cada um, ouviu nossas histórias. Ela lembrava de mim pela tatuagem e cheguei a receber massagem dela! Acredita que a Angélica fez massagem em mim porque eu estava muito nervoso? Foi um dia de sonho, ela correspondeu a todas as expectativas que eu tinha dela e se mostrou ser a pessoa que eu sempre imaginei que ela fosse”, relembra Elvis, narrando a história ainda com a mesma emoção.

Por causa da tatuagem, Elvis já ouviu comentários de muita gente “enxerida”, diz, mas ele afirma não ligar para quem o chama de louco ou diz que tanta dedicação não vale a pena. Para ele, que em momento algum se arrependeu da prova de amor, o desenho traduz o sentimento pela apresentadora e a identificação única com outra alma, de uma maneira que apenas quem é fã de alguém é capaz de entender.

Curta o Lado B no Facebook e o Instagram.




imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.