A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Fevereiro de 2019

19/01/2019 12:02

Desesperados por emprego lotam fila em disputa por vagas na Educação

Seleção ocorre desde quinta-feira e centenas de pessoas de todas as idades e diversas áreas estão em busca de emprego.

Mirian Machado e Guilherme Henri
Centenas de desempregados disputam 34 vagas de emprego (Foto: Henrique Kawaminai)Centenas de desempregados disputam 34 vagas de emprego (Foto: Henrique Kawaminai)

Em um prédio na região central de Campo Grande, centenas de pessoas que começaram 2019 desempregados aproveitaram o sábado para buscar uma vaga. O Governo do Estado abriu processo seletivo de 74 assistentes educacionais, sendo 34 para a Capital. O salário é de R$ 1.300 para 40 horas semanais.

A seleção com ampla concorrência ocorre no segundo andar do prédio da Coordenadoria Regional de Educação de Campo Grande, que fica na Rua 13 de Maio. A fila até a sala ocupa quatro lances de escadas. Só hoje (19) foram distribuídas 250 senhas.

O candidato deve preencher a ficha e deixar cópias dos documentos e aguardar para conferir se está tudo certo. A contratação é para inicio imediato no ano letivo de 2019. As vagas disponibilizadas aqui são para Campo Grande, Jaraguari e Terenos.

Em meio a centenas de desempregados e desesperados por uma vaga estão duas colegas: Elidiane Martins, de 29 anos, e Inês Gomes, de 20. Ambas são formadas em licenciatura em Educação Física, mas como na área está difícil achar emprego elas estão torcendo para conseguirem a oportunidade. “Como já tenho experiência, acredito que a minha formação será um diferencial no currículo”, disse Elidiane esbanjando confiança.

 

Candidatos aguardam sentados em degraus de escada no prédio onde ocorre a seleção (Foto: Henrique Kawaminami)Candidatos aguardam sentados em degraus de escada no prédio onde ocorre a seleção (Foto: Henrique Kawaminami)

Ela conta ainda que percebeu o desespero das pessoas por começarem o ano já sem emprego. “As pessoas não estão se atentando ao que a vaga pede e sim, vem porque estão desempregados. Ajudei um senhor a preencher a ficha dele e a profissão dele, por exemplo, é montador de computador. Então, qualquer vaga é um chamariz para quem está desempregado”, conclui.

A colega Inês também faz parte do meio educacional e afirma que conseguir pode ser condição para encontrar outras colocações melhores. “Estando dentro da escola eu consigo pelo menos saber de outras oportunidades dentro da formação como professora, por exemplo”. Questionada sobre o salário, ela afirma que é melhor do que nem ter.

Também na fila gigantesca, a estudante de Pedagogia Ingrid Martins Carneiro, de 20 anos, afirma que como ela ainda é estudante o salário serve. As vagas são para Ensino Médio completo.  “Como ainda estou na faculdade estou encarando como se fosse um estágio e essa vaga vai contribuir muito para a minha formação”, explica.

A seleção iniciou na quinta-feira (17) e encerra neste sábado (19).



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.