ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  10    CAMPO GRANDE 26º

Comportamento

"Elas debatem", ouça o podcast do coletivo feminino em busca de voz

O coletivo "Elas Podem" surgiu no início do ano com a intenção de dar maior visibilidade às pautas femininas

Por Paula Maciulevicius Brasil | 31/05/2020 08:40
Entrega de máscaras junto à CUFA. (Foto: Arquivo Pessoal)
Entrega de máscaras junto à CUFA. (Foto: Arquivo Pessoal)

Elas estiveram no Carnaval e também estão na favela com ações sociais e campanhas. O coletivo "Elas Podem" surgiu no início do ano com a intenção de dar maior visibilidade às pautas femininas, tendo em vista os números altíssimos de violência contra a mulher e feminicídio.

"O que nos chama muito a atenção é nós não termos nenhuma mulher que nos represente na Assembleia Legislativa, e apenas duas vereadoras na Câmara de Campo Grande. É uma subrpresentação, ou seja, a gente tem muitas poucas mulheres ocupando espaços de poder e desenvolvendo políticas públicas que atingem diretamente nossas vidas", fala a administradora Aimê Barbosa Martins Bast, de 30 anos.

Formado por amigas que compartilhavam da mesma visão, de se criar um movimento para a visibilidade das mulheres, que elas começaram as atividades em fevereiro. Com a pandemia, o trabalho se intensificou nas redes sociais, incluindo debates que agora se concentram a cada 15 dias no podcast "Elas debatem".

Participantes do último episódio gravado do Elas Debatem: Dayane Caetano, Aimê, Yorrana, Camila Jara e Amanda Rezende. (Foto: Arquivo Pessoal)
Participantes do último episódio gravado do Elas Debatem: Dayane Caetano, Aimê, Yorrana, Camila Jara e Amanda Rezende. (Foto: Arquivo Pessoal)

A pauta surge a partir de temas sugeridos pelas próprias meninas nas redes sociais, em especial no Instagram @Elaspodem ou de assuntos que estejam em evidência. "Procuro mulheres especialistas nos temas, que já desenvolvem trabalho naquela área até para cumprir nossa missão de dar voz e visibilidade a tantas mulheres incríveis que temos no nosso Estado", fala Aimê.

Ela quem apresenta o podcast abaixo junto com as convidadas: Dayane Caetano - fisioterapeuta pélvica; Yorrana - jornalista do Papo de Vênus; Camila Jara - cientista social, Amanda Rezende - acadêmica de Medicina da UFMS e idealizadora do coletivo bemtequero.

O podcast está disponível em nas plataformas on-line como Spotify com um novo episódio a cada 15 dias. Além disso, o coletivo também está construindo um acervo digital com várias obras de autoras mulheres.

"Estamos disponibilizando entre nós do grupo, porque é importante ler mulheres e conhecer as obras feministas, as teorias e estudos, ainda mais em uma época de tanta fake news. O intuito é levar conteúdeo de qualidade que possa promover pensamento crítico e chamar essas mulheres para a ação", finaliza Aimê.

Para participar do Coletivo Elas Podem, siga o Instagram e envie um direct. Ouça o podcast abaixo: