A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 26 de Setembro de 2018

15/06/2018 07:43

Fernando acertou no bolão a derrota de 7 X 1, mas nesta Copa tem outro palpite

Quatro anos depois, procuramos o "boca santa", para saber qual o palpite dele para este ano

Thaís Pimenta
Bolão de 2014 prova que Fernando foi o único dos amigos a acertar o improvável placar do 7X1. (foto: Acervo Pessoal)Bolão de 2014 prova que Fernando foi o único dos amigos a acertar o improvável placar do 7X1. (foto: Acervo Pessoal)

Em 2014, Fernando Emanuel Serenza Ferreira Alvez foi o único no grupo de amigos a acertar o bolão do resultado da semifinal do Brasil na Copa do Mundo. Na brincadeira, o pessimista palpite de 7X1 fez o irmão da cantora Maria Cecília, que faz dupla com o cantor Rodolfo, levar pra casa R$ 450,00.

Na época, um dos amigos de Fernando que assistia ao jogo da derrota, brincou dizendo que talvez o colega tenha sido a "única pessoa do mundo que tenha acertado esse placar”, lembra Paulo Roberto Lopes, hoje com 46 anos.

Quatro anos depois, procuramos o "boca santa", para saber qual o palpite dele para este ano e ver se o cara é realmente bom de dica. Mas desta vez a previsão é diferente. Na opinião dele, o Brasil leva o hexa em 2018! "Estou acreditando muito no Brasil. Eu acredito que sim, a gente ganha esse ano", diz Fernando.

Como qualquer fezinha para os torcedores é tida com bons olhos, melhor mesmo contar com a premonição otimista de Fernando do que esperar por mais uma derrota de lavada do país que for. 

"Em 2014 estávamos jogando muito mal. Eu chutei alto, acho que ninguém imaginava mesmo, era brincadeira, mas era de se esperar que perderíamos sim", conta.

Neste ano, o bolão continua, só a camiseta verde amarela que não. (Foto: Acervo Pessoal)Neste ano, o bolão continua, só a camiseta verde amarela que não. (Foto: Acervo Pessoal)
Com a grana na mão em 2014 vinda do bolão. (foto: Acervo Pessoal)Com a grana na mão em 2014 vinda do bolão. (foto: Acervo Pessoal)

Com ressalvas em relação à camiseta, por ser, em sua opinião, "símbolo da situação ruim em que o país se encontra", Fernando não nega que, mesmo assim, continua gostando de futebol. "Eu pratico futebol, acompanho, torço e espero que a seleção faça um bom campeonato". Para o Lado B ele vestiu a camisa do Brasil mas, provavelmente, não vai assistir aos jogos com ela.

Ainda de acordo com o nosso torcedor otimista, o Brasil leva essa por conta do treinador da seleção, o Tite, que tem conseguido unir o time. "Ele está fazendo muita diferença, é inegável o que ele fez com a delegação e quanto evoluiu o grupo".

Pela força do time, o Brasil vence, na opinião de Fernando, porque a seleção não mais depende só de Neymar, como em 2014. "Os laterais estão fortes, como o Coutinho, o Marcelo Vieira, o Roberto Firmino e até mesmo o Paulinho, que tá jogando muito. Acho que a seleção vai dar o que falar esse ano".

O placar exato e o adversário ele não sabe dizer, mas só de saber que o hexa é nosso a gente fica feliz! E se não for, o otimismo e a fé no nosso futebol já valeu a pena. 

Se Fernando vai fazer um novo bolão neste ano? Com certeza. "Deu sorte, pra mim, da última vez né", brinca.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.