ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  22    CAMPO GRANDE 31º

Comportamento

Festa de 3 dias é chance de comer bem e banhar São João

Saindo de Campo Grande, dá para fazer um bate e volta prolongado e curtir a festa reconhecida nacionalmente

Por Aletheya Alves | 14/06/2024 06:36
Roda de cururueiros durante festa no ano passado. (Foto: Divulgação/Clóvis Neto)
Roda de cururueiros durante festa no ano passado. (Foto: Divulgação/Clóvis Neto)

Campo Grande segue com sua programação de festas juninas, mas sair da Capital pode render um bom bate e volta prolongado indo para Corumbá. Mantendo a tradição secular, a cidade terá três dias de arraial com muita comida típica, música e celebração para quem quiser acompanhar o povo dando banho em São João.

Este é o terceiro ano que a festa é realizada com o título de patrimônio imaterial da cultura brasileira. Considerando que o evento começa no dia 21 de junho e segue até o dia 23, dá tempo de se organizar e pegar a estrada.

E uma das curiosidades é que, com adesão popular e mantendo frequência, Corumbá é a única cidade que não abandonou o ritual de banhar o santo.

Para se ter ideia da movimentação, mais de 100 famílias descem para as margens do Rio Paraguai. Entre as principais atrações, além da praça de alimentação, estão o pau de sebo, show com Thaeme e Thiago, além do Bonde do Forró e concurso dos andores.

Atração principal da festa é o momento no Rio Paraguai. (Foto: Divulgação/Clóvis Neto)
Atração principal da festa é o momento no Rio Paraguai. (Foto: Divulgação/Clóvis Neto)

Sobre a história da festa, o dossiê de registro da festa produzido pelo Iphan (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) em parceria com a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) indica que não há exatidão sobre a origem exata e período em que começou a ocorrer.

Ainda assim, é provável que a festa tenha se popularizado no período pós-guerra com o Paraguai, “uma vez que o adensamento populacional, associado ao redimensionamento econômico trazido pela navegação do rio Paraguai, possibilitou o estabelecimento de dinâmicas sociais bastante vigorosas naquela cidade”, descrevem os organizadores do dossiê baseados em autores que estudaram a história regional.

Conforme divulgado pela prefeitura da cidade, a expectativa é que cerca de 10 mil turistas participem da festa neste ano. Além dos visitantes, em média, são gerados 2 mil empregos diretos e indiretos.

Descida dos andores durante o último dia de festa. (Foto: Arquivo/Clóvis Neto)
Descida dos andores durante o último dia de festa. (Foto: Arquivo/Clóvis Neto)

Programação

Como se trata de uma festa vinculada à igreja católica, o evento já começa com novena a partir deste sábado (15) e segue até o dia 23 na capela de São João, localizada na ladeira Cunha e Cruz. Esse ritual é realizado a partir das 17h30min e é seguido por missa.

Mas é realmente no dia 21 que a festança tem seu início com o público em geral no Porto Geral de Corumbá. Às 18h, a praça de alimentação já estará disponível com comidas típicas de arraial e também regionais.

No mesmo horário, o estande de artesanato e o altar de todos os santos também estarão disponíveis. Às 19h haverá o momento do pau de sebo e concurso dos andores criados pelos festeiros.

O primeiro show musical está previsto para 20h30min com músicos locais, enquanto Thaeme e Thiago devem se apresentar a partir das 23h. E, ainda longe de acabar, o primeiro dia de festa terá mais um show local às 1h.

Seguindo com o evento, a programação repete os horários anteriores com a diferença de que às 18h haverá o Grupo Vocal de Percussão e Dança do Siriri. E, às 18h, será realizado o concurso de quadrilhas.

Fiéis carregando o santo para o banho em Corumbá. (Foto: Acervo Iphan/Vânia Jucá)
Fiéis carregando o santo para o banho em Corumbá. (Foto: Acervo Iphan/Vânia Jucá)

Já no domingo (23), é o momento principal da celebração toda com o banho de São João. A descida dos andores será durante todo o dia na Ladeira Cunha e Cruz, mas a maior concentração é pela noite.

Às 20h, haverá concentração do andor da Prefeitura e missa na Rua Antônio João, número 90. Haverá também apresentação da Orquestra Corumbaense de Viola Caipira.

Na orla do Porto Geral, às 23h30min, terá elevação do mastro de São João e roda de cururu e siriri. Mas, antes disso, a programação dos dias anteriores também se repete no mesmo lol com show regional e show pirotécnico.

Para encerrar, o grupo Bonde do Forró irá se apresentar a partir das 00h10min.

Como ir?

De Campo Grande até Corumbá são 427 km e, de carro, a previsão é de que a viagem demore 5h40min (podendo levar mais ou menos tempo dependendo do trânsito).

Já para quem precisar ir de ônibus, a Andorinha faz o trajeto saindo da Capital. A previsão de saídas no dia 21 é a partir das 7h30min com passagem a partir de R$ 187,74.

No domingo, há ônibus retornando para Campo Grande desde 7h10min até 00h com custo entre R$ 120 e R$ 276.

Além da Andorinha, outras empresas costumam fazer a viagem, mas não disponibilizaram os horários e valores. De toda forma, é necessário confirmar diretamente com as empresas ou na rodoviária sobre disponibilidades e custos, já que as passagens são rotativas.

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias