ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 16º

Comportamento

Fotos de 1917 guardam história da educação em Campo Grande

Escola fundada em 1890 foi responsável por educar a 1ª geração de campo-grandenses

Por Aletheya Alves | 24/02/2024 07:40
Professora ao lado de alunos da Escola Japonesa da Colônia do Ceroula. (Foto: Arquivo/Arca)
Professora ao lado de alunos da Escola Japonesa da Colônia do Ceroula. (Foto: Arquivo/Arca)

Hoje, escolas se espalham pelos bairros de Campo Grande, mas no início do século passado ainda eram raridade. Tanto é que, focada no desenvolvimento, a Capital manteve registros sobre a educação por aqui com direito a destaque em arquivos fotográficos.

Conforme fotografias mantidas pelo Arca (Arquivo Histórico de Campo Grande), além de fotografias das escolas em si, os desfiles cívicos na cidade também eram um espelho para mostrar a força do setor educacional.

Mas,voltando para e época em que Campo grande ainda era arraial, os documentos informam que a primeira escola foi fundada em 1980.

“Atendendo ao apelo dos cidadãos do arraial, coube a José Rodrigues Benfica a responsabilidade de educar a primeira geração de campo-grandenses”, descreveu o Arca em uma de suas publicações.

Em 1917, na região da Estação Ferroviária foi implantado o embrião do que se tornaria o Colégio Dom Bosco. “Foi criado o Instituto Pestalozzi, que depois tornou-se Ginásio Municipal de Campo Grande e, em 1930, teve sua direção assumida pelos padres salesianos, que o transformaram no Colégio Dom Bosco”.

Alunos durante desfile cívico de 7 de Setembro, em 1939. (Foto: Arquivo/Arca)
Alunos durante desfile cívico de 7 de Setembro, em 1939. (Foto: Arquivo/Arca)

Seguindo nessa época, a área central da cidade também começou a ganhar destaque com internatos e escolas que foram implantadas por ali.

“Colégio Nossa Senhora Auxiliadora, internato Oswaldo Cruz, Escola Ativa Visconde de Taunay, Patronato Barão do Rio Branco, Escola Visconde de Cairu e Externato São José. Em 1993, os alunos dessas escolas, somados aos de outras mantidas pelo governo, somavam 2.580 estudantes”, descreve o informativo.

Ainda segundo o Arca, a educação básica era mantida em Campo Grande, mas por falta de centros educacionais para a graduação, era necessário que os pais enviassem seus filhos para outras cidades.

De forma geral, Rio de Janeiro e São Paulo eram os principais centros para estudos, focando em Direito, Medicina, Engenharia e Artes.

Confira a galeria de imagens:

  • Campo Grande News
  • Campo Grande News
  • Campo Grande News

Acompanhe o Lado B no Instagram @ladobcgoficial, Facebook e Twitter. Tem pauta para sugerir? Mande nas redes sociais ou no Direto das Ruas através do WhatsApp (67) 99669-9563 (chame aqui).

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para entrar na lista VIP do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias