A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 26 de Maio de 2019

03/02/2019 07:17

Grupo quer unir os “Bolsolteiros” e já tem gente de MS procurando relacionamento

Solteiras de MS já aderiram ao grupo e buscam relacionamento sério com quem votou em Bolsonaro

Wendy Tonhati
Imagem do grupo no Facebook (Reprodução)Imagem do grupo no Facebook (Reprodução)

Quando o assunto é relacionamento, a visão política pode contar e muito. Para evitar discussões, tem até grupo no Facebook prometendo amor, especificamente, para os solteiros que votaram em Bolsonaro, os “Bolsolteiros”. Ao entrar no grupo, a foto de capa já chama atenção: um Bolsonaro à moda de Santo Antônio com a frase “trago o amor em 17 dias”, número da legenda que elegeu o atual presidente.

Parece até zoeira, mas tem gente levando a conversa a sério.

Criado em 14 de novembro de 2018, no Rio de Janeiro, o grupo reúne até agora 3.373 membros de todo o Brasil. De Mato Grosso do Sul, poucos membros se manifestaram. A maioria que comentou e curtiu as postagens é de mulheres do Estado. Os homens ainda aparecem timidamente. Em uma postagem de 17 de janeiro, a pergunta sobre quem é de Campo Grande foi respondida por apenas três mulheres.

A descrição deixa claro que é um grupo de relacionamento exclusivo para Bolsonarianos, admiradores e eleitores do presidente Jair Messias Bolsonaro, e “pessoas com valores e que querem conhecer pessoas especiais”. Para entrar é necessário responder a três perguntas:

Você pode incluir, ao menos, 03 (três) homens solteiros a este grupo?
Você é solteiro (a)? Seja honesto (a) na resposta, por favor.
Você se compromete a respeitar as regras e denunciar postagens indevidas e atos ilícitos?

Postagem de uma moradora de Campo Grande no grupo Postagem de uma moradora de Campo Grande no grupo

As descrições dos "Bolsoteiros" são diversas e muitos fazem questão de deixar claro que são cristãos. A interação na comunidade também é leve, com repetidas perguntas de qual o lugar do Brasil são os membros, fotos dos solteiros, fotos de almoço, memes e brincadeiras típicas dos anos 2000 no Orkut como: Pego, Passo ou Penso.

Entre as campo-grandenses, uma disse ter passado a campanha presidencial inteira procurando alguém com as mesmas opiniões.

Uma das postagens que mais bombou no grupo foi a de uma campo-grandense que escolheu fazer uma lista grande de “exigências” para o pretendente. Até uma Kombi aparecia como pré-requisito ao candidato. Vários entraram na brincadeira e até se propuseram comprar o veículo.

As regras dizem que não são permitidos menores de idade e discriminação. Embora a o pano de fundo seja política, postagens sobre o tema estão proibidas de acordo com as regras. 

São vedadas imagens de crianças, palavrões, ofensas e palavras obscenas; postagens sobre sexo, religião, política e futebol; fotos de nudez, de lingerie, cuecas ou sem camisa; e mandar links de grupos de WhatsApp.

Curta o Lado B no Facebook  e Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.