ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 27º

Comportamento

Imagem de São Sebastião conduz cavalgada de devotos ao santo

Ângela Kempfer e Cleber Gellio | 19/01/2014 09:02
Cavalgada tem cerca de 100 participantes. (Fotos: Cleber gellio)
Cavalgada tem cerca de 100 participantes. (Fotos: Cleber gellio)

A festa chegou à 64ª edição, mas apesar da tradição, quem é devoto de São Sebastião saiu hoje em cavalgada pelas ruas de Campo Grande para divulgar a homenagem ao santo considerado padroeiro dos militares, dos injustiçados, e protetor contra pestes e epidemias.

A imagem de São Sebastião, em uma charrete, conduz cerca de 100 pessoas e seus cavalos, desde a paróquia, no bairro Monte Carlo, até o Clube do Laço CLC, na saída para Rochedinho. Ao som do berrante, o percurso tem mais de 20 quilômetros.

A auxiliar de vendas Valeria dos Santos, de 46 anos, apareceu com a família, sem esquecer do neto de apenas 5 anos, já “experiente” na cavalgada que começou no ano passado. “Desde a primeira ele vem e pede para participar”, conta a avó.

Com chapéu e no estilo comitiva pantaneira, Rodrigo vai sobre o cavalo Pipoca, conduzido no chão pelo pai, para evitar qualquer incidente. “Ele anda a cavalo desde que nasceu e diz que um dia quer participar da prova do laço”, comenta Valéria, orgulhosa.

Rodrigo tem 5 anos, mas vai sobre o cavalo.
Rodrigo tem 5 anos, mas vai sobre o cavalo.

O padre Marcelo Tenório é o responsável pela celebração, mas vai de carro. “Até gostaria de ir a cavalo, mas não sei montar. Então, meu veículo de quatro patas e o carro”, brinca.

Ele explica que São Sebastião é considerado santo protetor contra pestes, por isso tantas pessoas ligadas ao campo participam das homenagens, para pedir proteção para lavouras. “Mas também é o momento de fazer agradecimentos”, diz o padre.

Para participar, os fiéis tiveram de acordar antes do horário normal da missa de domingo. A concentração começou às 6h30 e o percurso terminará com churrasco e leilão de gado no Clube CLC.

Com 64 anos, a festa de São Sebastião faz parte do calendário cívico e cultural de Campo Grande. As homenagens começaram no dia 10 de janeiro, com procissão, novena, quermesse e terminam com festa amanhã, dia 20, data oficial do santo.

Segundo a Igreja, Sebastião tinha à frente uma brilhante carreira no exército romano, ao mesmo passo em que pregava a fé cristã. Denunciado ao imperador da época, teve de pessoalmente dar satisfações. Na ocasião, lhe foi dado a oportunidade da vida, desde que negasse sua fé.

Ele não o fez e por isso foi teve o corpo amarrado a uma árvore e depois atingido por lanças. Não morreu e novamente foi até o imperador, dessa vez por conta própria, anunciar que a fé que queriam que ele negasse, foi justamente o que o salvou. Não teve uma segunda chance e foi açoitado até a morte, no dia 20 de janeiro de 288.

Os católicos acreditam que no ano de 680, epidemia e peste assolavam Roma quando o Papa pediu que fosse realizada uma procissão com as relíquias do Santo e imediatamente as doenças cessaram.

Como também ganhou o título de padroeiro dos injustiçados, São Sebastião é considerado protetor da comunidade gay.

Imagem abre cavalgada em charrete.
Imagem abre cavalgada em charrete.
Nos siga no Google Notícias