ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  18    CAMPO GRANDE 25º

Comportamento

Janela de vidro aproxima familiares e pacientes da covid-19 em hospital

Um forma de aproximar e trazer esperança aos familiares que todos os dias esperam pela alta de seus queridos.

Por Thailla Torres | 15/08/2020 07:30


Desde os primeiros anúncios sobre a covid-19 e as primeiras internações, médicos e enfermeiros dos hospitais lidam com o constante desejo de famílias verem seus queridos internados na UTI (Unidade de Terapia) ou na ala restrita de pacientes com coronavírus. Diante da impossibilidade para não comprometer a segurança e a saúde dessas pessoas, o Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, iniciou uma visita diferente a estes pacientes.

Nove internados puderam receber a visita de pais, mães, esposas, maridos e filhos através das janelas de vidro da “Ala Covid-19”. Os profissionais tiveram a sensibilidade de virar a cama do paciente para que os familiares olhassem o rosto de seus queridos internados, além disso, enfermeiros colocaram o nome de cada paciente na janela para facilitar a identificação.

“Um momento de muita emoção”, define o enfermeiro e chefe da Unidade de Clínica Médica, José Wellington Cunha Nunes. “Estávamos mandando um boletim diário via celular e os parentes expressavam essa vontade de visitar o paciente internado. Então, pensamos na logística, apresentamos a proposta à direção e está sendo transformador para essas famílias”.

Famílias conseguem ver pacientes pelo vidro.
Famílias conseguem ver pacientes pelo vidro.

Não houve permissão para a imprensa acompanhar essas famílias em razão das medidas de segurança, mas, todos os dias, o enfermeiro escuta relatos emocionantes, esperanças e muita vontade de vencer a doença. “São muitas situações. Tivemos um familiar que fazia oração pedindo a recuperação da mãe que estava lá dentro, quando ela o viu e balançou o braço, foi uma sensação de alívio e amor. Ontem, por exemplo, cantamos parabéns para um paciente e os familiares acompanharam do outro lado. Todos os dias tem sido histórias com muita emoção”.

As visitas são permitidas de segunda a sexta-feira, às 16h, com duração de 30 minutos, podendo cada paciente receber a visita de dois familiares, do lado de fora as famílias também respeitam o distanciamento e o uso de máscaras é obrigatório. “É uma maneira de trazer conforto a essas famílias e alento ao coração desses pacientes”, destaca o enfermeiro.

Queremos contar histórias de familiares que estão a espera desses pacientes e falar como tem sido a luta na esperança de ver a pessoa que ama voltar para casa. Se você é familiar, conte pra gente. Você pode mandar mensagem no nosso Facebook, Instagram, e-mail: ladob@news.com.br ou WhatsApp (67)  99669-9563 (chame agora mesmo).