A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

17/02/2018 07:29

Michelle saiu de Campo Grande para casar com Brent em cerimônia na neve

Ela conheceu o marido em uma viagem de férias aos Estados Unidos e, desde então, não se largaram mais

Thaís Pimenta
Amor que começou do outro lado do mundo teve a cerimônia de casamento em meio a muita neve.  (Foto:E. Sawyer Photography)Amor que começou do outro lado do mundo teve a cerimônia de casamento em meio a muita neve. (Foto:E. Sawyer Photography)

A jornalista Michelle Rossi conheceu o marido, o economista Brent Bushnell, em uma viagem de férias, quando foi visitar a irmã em Nova Orleans, na Louisiana, em maio de 2016. Quase dois anos depois, a história que começou em um bar de jazz teve um capítulo de romance de cinema, em uma cerimônia sob a neve no Colorado.

Acostumada com o calor de Campo Grande, o vestido de noiva teve que ser adaptado para o frio extremo e ganhou uma capa. Sob o modelito, nada de glamour. Foram necessárias duas calças por baixo, uma meia grossa e uma bota até o joelho para aguentar a temperatura, além de uma luva. “Mesmo com o monte de roupa a gente estava muito feliz e enebriados com a paisagem. Então nem sentimos o frio, só depois que chegamos de volta ao carro”.

O espaço reservado para os votos era de uso gratuito. "Foi um casamento personalizado como dizemos aqui. Antes da cerimônia respondemos a um questionário, contamos histórias sobre o outro, como nos conhecemos, porque nós nos queremos nos casar e a cerimonialista faz uma cerimônia baseada na nossa história", explica. 

Os pombinhos fizeram votos eternos de amor enquanto colocavam a aliança nos dedos. A escolha por ter uma mulher como cerimonialista Jane Gorman foi deles. "A gente costuma ver homens nesse papel, mas quisemos diferente". Eles pediram por bênçãos espirituais à natureza, principalmente, que é o acreditam ser a manifestação divina.

A data, 13 de fevereiro, foi um pedido da jornalista, já que o numeral significa sorte a ela. "Foi o dia que nasceu minha mãe e era terça de Carnaval aí. Uma forma de estar em festa também mesmo que distante do meu país".

Almoço depois do casamento foi no  Stanley Hotel, local em que Stephen King escreveu o clássico O Iluminado. (Foto:E. Sawyer Photography)Almoço depois do casamento foi no Stanley Hotel, local em que Stephen King escreveu o clássico "O Iluminado". (Foto:E. Sawyer Photography)

Depois do “sim”, o casal foi almoçar no Stanley Hotel, hotel em que o autor Stephen King escreveu “O Iluminado” e inspirou o filme com o Jack Nicholson.

Ainda encantada com tudo, Michelle diz que nunca imaginou nada disso. “Pra mim eu ia casar na praia, com um vestido decotado, de renda, no clima tropical”, diz. Ela, que sempre foi uma garota amante do versão brasileiro, se viu apaixonada por um homem no outro lado do mundo, em um dos invernos mais pesados. “Olha só o que a vida faz com a gente. Eu praticamente tô assistindo tudo que está acontecendo comigo também”.

Casal depois do sim. (Foto:E. Sawyer Photography)Casal depois do sim. (Foto:E. Sawyer Photography)

O relacionamento que começou há cerca de dois anos foi natural. “Começamos a conversar no bar em que nos conhecemos e ficamos. Ele foi para o Brasil duas vezes, eu vim para Denver e ele me pediu em casamento em fevereiro do ano passado”, lembra ela. O amor foi tão grande, tudo aconteceu tão rápido que a única explicação possível que Michelle encontra é que ela sentia desde o início que ele era o tal.

A jornalista chegou no dia primeiro de dezembro para ficar de vez ao lado do companheiro. “Aconteceu, a gente não escolhe, simplesmente acontece. Quando ele me pediu em casamento pensei: ‘nossa, parece que tudo faz sentido’. E por mais difícil que podia parece a gente deu conta de arrumar tudo em menos de um ano”.

O local da cerimônia do casamento foi escolhido por Brent porque era onde ele costumava pescar com o pai na infância e, na memória, se recorda de ver as pessoas se casamento exatamente lá. Já a lua de mel no Havaí quem escolheu foi Michelle e está programada para acontecer em maio por conta dos cachorros do casal. “Aí eu vou querer um lugar com clima quente”, brinca.

Michelle está em fase de adaptação e se prepara para trilhar o caminho ao lado de seu amor mas sem deixar o profissional de lado. "Aqui eu vou fazer doutorado em Comunicação. Tinha de ter um projeto de vida pra mim aqui também. Eu sempre trabalhei e estudei, não dava pra ficar sem rumo", finaliza. 

Curta o Lado B no Facebook  e no Instagram.




imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.