A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

31/08/2018 20:48

Trabalhador rural se casa e registra os 6 filhos aos 50 anos de idade

Atendimentos foram prestados durante o atendimento da justiça itinerante em Novo Horizonte do Sul

Adriano Fernandes
Carreta que oferece todos os serviços da justiça de forma itinerante nas cidades do Estado. (Foto: Divulgação) Carreta que oferece todos os serviços da justiça de forma itinerante nas cidades do Estado. (Foto: Divulgação)

A rotina no campo que por vezes compromete o acesso de moradores a serviços básicos oferecidos nas cidades, atrasou até o registros dos próprios filhos de um trabalhador rural de Novo Horizonte do Sul – cidade a 329 quilômetros de Campo Grande.

Esta semana o morador, identificado apenas como Claudino, aproveitou os serviços da justiça itinerante para registrar os seis filhos, dois já adultos, só agora aos 50 anos de idade. Além dos registros o trabalhador aproveitou para se casar.

“Eu não conseguia registrar meus filhos porque não éramos casados. Somos pobres, eu trabalho só para comer e para pagar o aluguel, então não sobrava. Eu fico muito feliz, porque tinha muita vontade de casar”, disse.

Claudino e sua família moraram na cidade de Coronel Sapucaia enquanto ele trabalhava como trabalhador rural no Paraguai. Recentemente, uma oportunidade de emprego em uma usina de cana-de-açúcar trouxe todos para Novo Horizonte do Sul, em busca de uma vida melhor.

Ele explica que no período em que viveu na fronteira e trabalhava no Paraguai, a vida era muito dura e o dinheiro nunca sobrou para se casar e para registrar os seis filhos. De segunda-feira (27) até hoje (31) a Carreta da Justiça atendeu 328 pessoas foram atendidas.Tudo de forma gratuita. 

A equipe da Carreta, chefiada pelo juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, também realizou 58 reconhecimentos de união estável em casamento, seis divórcios, pedidos de alimentos e DNA, além de orientações jurídicas e atendimento pela Defensoria Pública. Também foram abertas 67 ações.

Agora a Carreta da Justiça segue rumo à Japorã (17 e 18/09). Depois, será a vez de Mundo Novo (19 a 21/09), Juti (24 a 28/09), Douradina (15 a 19/10), Laguna Carapã (22 a 26/10), Vicentina (19 a 23/11) e encerrando os atendimentos em 2018, a Carreta da Justiça estará em Jateí (26 a 30/11).

Os serviços oferecidos tratam de assuntos criminais e cíveis, como ações de reconhecimento de união estável ou conversão em casamento, divórcio, pensão alimentícia, execução de alimentos, conversão de separação judicial em divórcio, reconhecimento de paternidade, investigação de paternidade e guarda. A Carreta faz parte do programa Judiciário em Movimento.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.